Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Economia

Ibovespa fecha com queda de 1,54%, puxado por Vale e Petrobras

Agência IN

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, encerra o pregão desta segunda-feira em queda com preocupações na China e puxado por papéis de mineradoras e da Petrobras. O pregão nacional registrou desvalorização de 1,54%, aos 45.533 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 6.392 bilhões.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Cosan (ON), que avançaram 2,07%, e da Cielo (ON), que apresentaram alta de 2,06%. 

Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da LLX LOG (ON), que recuaram 5,81%, e da Klabin (PN), que apresentaram queda de 5,24%. Também puxaram o índice para baixo as ações da mineradora Vale e de siderúrgicas como Usiminas e Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Outro destaque de queda foi a ação da Petrobras, que caiu cerca de 2%. A ação não foi ajudada pela notícia de que a estatal deve precificar nesta segunda uma emissão bilionária de bônus no exterior.

Na agenda de indicadores internos, a Fundação Getulio Vargas (FGV) anunciou que o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de 7 de março de 2014 apresentou variação de 0,71%, 0,05 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação.

A FGV também revelou que o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) variou 0,85% em fevereiro. A variação registrada em janeiro foi de 0,40%. Em fevereiro de 2013, a variação foi de 0,20%.

Já o Banco Central (BC) divulgou o Boletim Focus, que na medição a previsão para a taxa de câmbio em 2014 recuou para R$ 2,48. Para 2015 a taxa ficou em R$ 2,55.

Na Europa, as principais bolsas fecharam sem tendência clara, com Londres e Frankfurt em baixa e Paris e Madri em alta. Em Londres, o FTSE-100 dos principais valores perdeu 0,35%, a 6.689,45 pontos. Em Frankfurt, o Dax perdeu 0,91%, a 9.265,50 pontos. Já em Paris o CAC-40 subiu 0,10%, a 4.370,84 pontos. Em Madri, o Ibex-35 ganhou 0,30% a 10.194,6 pontos.

Na China foi divulgado que as exportações mostraram recuo interanual de 18,1% ante a expectativa de elevação de 7,5%. Por outro lado, no Japão, o Governo anunciou que o crescimento econômico do país foi de apenas 1,5% em 2013.

Tags: baixa, Bolsas, economia, mercado, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.