Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Economia

Movimento no comércio cai em fevereiro

Agência Brasil

O movimento de clientes nas lojas de todo o país caiu 0,5% em fevereiro, depois da alta de 1,7% em janeiro, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. No entanto, na comparação com fevereiro do ano passado, houve aumento de 6,1%. No acumulado dos dois primeiros meses do ano, a demanda mostra-se igualmente mais aquecida com alta de 6%.

Os economistas da Serasa Experian justificam que a queda está associada à base de comparação com um mês em que o forte calor levou a um consumo atípico de ventiladores e condicionadores de ar. Só o segmento de móveis e eletroeletrônicos e informática que inclui esses produtos registrou elevação de 7,7%, em janeiro, passando para 1%, em fevereiro.

No segundo mês do ano, houve alta ainda no consumo dos setores de combustíveis e lubrificantes (2%) e veículos, motos e peças (1,1%). Em sentido oposto ocorreram reduções nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (- 1,5%); em estabelecimentos de materiais de construção (- 0,5%) e de tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-4,6%).

No primeiro bimestre comparado a igual período de 2013, a procura pelas lojas de material de construção cresceu 7,3%; nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas, o aumento chegou a 6,1% e nos postos de combustíveis e lubrificantes, a 5,6%. No segmento de veículos, motos e peças aumentou 2,7% e no de móveis, eletroeletrônicos e informática 2,1%.

O único a apresentar queda nesse período foi o segmento de tecidos, vestuário, calçados e acessórios com recuo de 0,2%. O levantamento toma por base o volume de consultas mensais dos estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian.

Tags: comércio, economia, percentual, Serasa, taxa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.