Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Economia

Inflação sobe com menos intensidade

Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve alta de 0,78%, na segunda prévia de fevereiro. O resultado é 0,18 ponto percentual menor do que a medição passada (0,96%). Seis dos oito grupos pesquisados apresentaram decréscimo com destaque para educação, leitura e recreação - alta de 2,47%, na segunda semana do mês, ante 3,71%, na primeira.

A apuração feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra um avanço em ritmo maior no grupo saúde e cuidados pessoais (de 0,58% para 0,63%) sob a pressão dos artigos de higiene pessoal que ficaram em média 0,86% mais caros, ante alta de 0,44%. No período também diminuiu a intensidade de queda no grupo vestuário (de -0,25% para -0,15%) provocada pelo reajuste de preços dos calçados (de 0,25% para 0,72%).

Nos demais grupos foram registradas as seguintes oscilações: alimentação (de 0,86% para 0,58%); habitação (de 0,84% para 0,78%); despesas diversas (de 3,14% para 2,79%); transportes (de 0,52% para 0,50%) e comunicação (de 0,18% para 0,16%).

Os cinco itens com maior influência positiva sobre o índice foram: os cigarros (de 6,28% para 5,63%); refeições em bares e restaurantes (de 0,99% para 1,01%); empregada doméstica mensalista (de 2,07% para 2,10%); curso de ensino superior (de 6,11% para 3,27%) e curso de ensino fundamental (de 7,17% para 4%).

Tags: brasil, economia, índice, ipc-s, taxa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.