Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Economia

CNI: confiança do empresário cai pelo terceiro mês consecutivo

Jornal do Brasil

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) ficou em 52,4 pontos em fevereiro. O valor é 0,7 ponto percentual inferior ao de janeiro e 5,7 pontos menor do que o de fevereiro do ano passado. As informações são da pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (17). Os valores do ICEI variam de zero a cem. Acima de 50 indicam empresários confiantes.

"A confiança está muito baixa. Isso significa mais dificuldades para a recuperação da indústria", diz o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca. A queda registrada neste mês, a terceira consecutiva, é resultado, especialmente, da redução da confiança entre os empresários de médias e grandes indústrias. O ICEI caiu  1,1 ponto nas grandes empresas e 0,6 ponto nas médias empresas. "Por outro lado, o índice de confiança dos empresários das pequenas empresas manteve-se praticamente estável, registrando crescimento de 0,1 ponto", informa a CNI.

De acordo com a pesquisa, na indústria de transformação o ICEI ficou abaixo de 50 pontos nos setores de veículos automotores, calçados e suas partes e borracha, o que indica falta de confiança dos empresários. "Na indústria extrativa, os empresários do setor extração de minerais não metálicos também demonstram falta de confiança", afirma o estudo.

O ICEI de fevereiro foi calculado com base nas entrevistas feitas entre 3 e 13 de fevereiro com 2.599 empresas. Dessas, 979 são pequenas, 990 são médias e 630 são grandes.  

Tags: confederação, confiança, empresariado, industria, nacional

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.