Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Economia

'Forbes': as perspectivas de crescimento econômico no Brasil

Jornal do Brasil

Taxas de juros mais elevadas e uma economia mais lenta na China geram as perspectivas de crescimento no Brasil para esse ano. A pesquisa semanal Focus do Banco Central, com as avaliações dos economistas das principais instituições financeiras do país, mostra que o mercado agora espera por um crescimento de 1,90%, a partir de uma estimativa de 1,99% no mês passado. Para 2015, os economistas acreditam que o crescimento seja de 2,2% a 2,5%. O Brasil teve aumento de 2,5% no ano passado. As informações foram divulgadas na Revista americana Forbes, nesta terça-feira (11/2).

"Estamos abaixo do normal no Brasil neste momento", disse à Forbes o diretor de mercados emergentes, Mauro Ratto. Na opinião de Ratto, nem tudo é uma tragédia no Brasil, do ponto de vista do investimento. Ele diz também que é positiva a exportação de minério de ferro da Vale, devido ao preço. A Forbes destaca que a Vale é uma das maiores empresas brasileiras por valor de mercado e por volume de comércio. Ações da empresa caíram 8,02% ao ano, o que significa um superavit ao MSCI Brasil. Mas a moeda continuará a ser um problema para os acionistas da Vale, que divide com a China a demanda por minério de ferro.

Os economistas acreditam que o real encerre o ano em R$ 2,47 a R$ 2,39. Há quatro semanas, o real foi estimado para fechar o ano em R$ 2,45. Em 2015, o real é esperado ainda mais fraco - em R$ 2,53. A previsão para as taxas de juros é um aumento de 11,25%. Na semana passada, a Nomura Securities, disse que esperava um aumento de 11,50% antes do fim do ano. Investidores de títulos no Brasil com dívida de longo prazo estão esperando que o governo reduza as taxas de juros a qualquer momento. Se o governo cumprir isso, então os investidores vão ver os preços dos títulos subirem. 

Tags: cHINA, economia, elevadas, financeiras, mercado, taxas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.