Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

Economia

Gastos com compras públicas federais caem 5,78% em 2013

Agência Brasil

Os gastos com compras públicas federais ficaram em R$ 68,4 bilhões em 2013, 5,78% inferiores aos gastos de R$ 72,6 bilhões registrados em 2012.  As informações foram divulgadas hoje (6) pelo Ministério do Planejamento. O uso do pregão eletrônico como modalidade de aquisição deu um salto no período. Os gastos com a modalidade foram R$ 41 bilhões, ou 60% do total. Em 2012, a representatividade havia sido 46% do total de compras e, em 2011, 48%.

Além disso, segundo o Planejamento, a utilização do pregão cresceu 22% levando-se em conta volume financeiro, e 6% levando-se em conta a quantidade de licitações. Enquanto o uso do pregão  aumentou, as modalidades dispensa e inexigibilidade de licitação tiveram queda de participação nas aquisições de bens e serviços. Em 2013, responderam por R$ 21,2 bilhões de gastos, ou 31% do total. Em 2012, a proporção foi 34% e em 2011, 37%.

Houve uma divisão equilibrada entre as compras de bens, para as quais foram destinados R$ 35,6 bilhões, ou 52% do total, e de serviços, que responderam por R$ 32,8 bilhões ou 48% dos gastos. De acordo com o Planejamento, a maior parte das aquisições de bens foi para produtos para uso médico, dentário ou veterinário. Os serviços mais adquiridos foram os de engenharia.

Tags: bens, economia, gastos, planejamento, públicos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.