Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Economia

Ibovespa recua com indecisão de investidores

Agência IN

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, encerrou a sessão desta quinta-feira em queda, com os investidores avaliando dados da agenda norte-americana. A bolsa brasileira registrou desvalorização de 0,66%, aos 47.244 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 5.814 bilhões.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Cesp (PNB), que avançaram 4,36%, e a Natura (ON), que apresentaram alta de 3,05%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Energias (ON), que recuaram 5,03%, e da Marfrig (ON), que apresentaram baixa de 3,40%.

Abrindo a agenda de indicadores internos, a Fundação Getulio Vargas (FGV) revelou que o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) variou 0,48%, em janeiro. Em dezembro, o índice variou 0,60%. Em janeiro de 2013, a variação foi de 0,34%. Em 12 meses, o IGP-M variou 5,66%.

Além disso, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que a taxa de desocupação de dezembro foi estimada em 4,3%, a menor desde o início da série histórica (março de 2002). A taxa registrou redução de 0,3% ponto percentual frente a novembro de 2013 (4,6%) e não apresentou variação estatisticamente significativa comparação com dezembro do ano passado (4,6%).

Do lado corporativo, o Banco Bradesco anunciou que obteve um lucro líquido ajustado do exercício de 2013 de R$ 12,202 bilhões, uma alta de 5,9% em relação ao lucro líquido ajustado de R$ 11,523 bilhões no mesmo período de 2012, correspondendo a R$ 2,91 por ação, e rentabilidade de 18,0% sobre o Patrimônio Líquido Médio Ajustado.

Por outro lado, a Fibra divulgou que obteve uma produção de celulose de 1,4 milhão toneladas no quarto trimestre de 2013, 1% superior ao 3T13 e 1% inferior ao 4T12. Em 2013, a produção atingiu 5,3 milhões t. Com isso, as vendas de celulose totalizaram 1,4 milhão t, 11% superior ao 3T13 e 5% inferior ao 4T12. Nos UDM, as vendas alcançaram 5,2 milhões t. A Companhia atingiu uma receita líquida trimestral recorde de R$ 1.958 milhões (3T13: R$ 1.841 milhões e 4T12: R$ 1.853 milhões).

No exterior, o banco espanhol Santander anunciou um lucro líquido anual de € 4,37 bilhões em 2013, o que representa uma alta de 90,5% na comparação com o ano anterior. O produto líquido bancário, equivalente ao volume de negócios, registrou no entanto uma queda de 13,3%, a € 25,935 bilhões.

Contudo, a economia espanhola cresceu 0,3% no quarto trimestre de 2013, o que confirma a saída da recessão, mas registrou contração de 1,2% no conjunto do ano, segundo dados oficiais provisórios.

Na véspera, o Federal Reserve manteve o ritmo de redução de seu programa de estímulo para a economia norte-americana, reduzindo suas compras de títulos em US$10 bilhões pelo segundo mês consecutivo. O Fed, como esperado, cortou os estímulos a US$ 65 bilhões por mês, e manteve a taxa básica de juros próxima a zero, citando "a crescente força subjacente da economia como um todo".

Além disso, o departamento do Comércio dos Estados Unidos revelou que a economia do país cresceu mais que o previsto no quarto trimestre de 2013, apesar do fechamento parcial dos serviços públicos em outubro, com uma alta de 3,2% na projeção anual, segundo a primeira estimativa. A previsão média dos analistas era que o PIB cresceria 3%.

Para finalizar, o departamento do Trabalho anunciou que os pedidos semanais de seguro-desemprego nos Estados Unidos aumentaram mais que o previsto pelos analistas na semana terminada em 25 de janeiro. Em dados corrigidos de variações sazonais, os pedidos foram de 348.000, com um aumento de 19.000 em comparação com a semana anterior, que também foi revisada em alta, a 329.000. Os analistas esperavam, ao contrário, que os pedidos caíssem a 325.000.

Tags: . bolsa, baixa, dados, economia, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.