Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Economia

Dívida pública atinge recorde de R$ 2,12 trilhões em 2013

Jornal do Brasil

A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira que a dívida pública federal subiu 5,71% em 2013, atingindo o recorde de R$ 2,12 trilhões. No ano anterior, a dívida foi de R$ 2 trilhões.

O crescimento da dívida pública no ano passado está relacionado, principalmente, com a apropriação de juros no valor de R$ 218 bilhões. Mas, também impactaram o resultado a injeção de recursos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 39 bilhões, além da emissão de R$ 8 bilhões para a Caixa Econômica Federal, de R$ 7,86 bilhões para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), de R$ 2,75 bilhões para o Fies e de R$ 2 bilhões para o Fundo da Marinha Mercante.

As emissões diretas somaram R$ 59,6 bilhões no ano passado, mais da metade do crescimento de R$ 115 bilhões registrado no estoque da dívida pública em 2013.

A dívida só não cresceu mais, no ano passado, porque houve um resgate líquido (vencimento de papéis acima do volume de emissão de títulos públicos) no valor de R$ 103 bilhões no mercado financeiro.

No caso da dívida interna, segundo o Tesouro Nacional, foi registrado um aumento de 5,84% em 2012, para R$ 2,02 trilhões. Em dezembro de 2012, a dívida interna somava R$ 1,91 trilhão. No ano passado, o crescimento foi de R$ 112 bilhões.

Já no caso da dívida externa brasileira, resultado da emissão de bônus soberanos (títulos da dívida) no mercado internacional e de contratos firmados no passado, o governo contabilizou um aumento de 3,72% no ano passado, para R$ 94,68 bilhões, contra R$ 91,28 bilhões no fechamento de 2012. Neste caso, o crescimento foi de R$ 3,4 bilhões.

Tags: dados, dívida, economia, nacional, tesouro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.