Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Economia

Consumo de energia no setor de comércio e serviços cresce 5,7%

Agência Brasil

O nível de emprego no setor de comércio e serviços - responsável por cerca de 76% dos novos postos de trabalho criados em 2013 -, aliado à expansão da atividade do comércio varejista, levaram a que o consumo de energia do setor crescesse 5,7% no resultado acumulado de 2013, frente a 2012 – resultado 2,2 pontos percentuais superior a expansão do consumo global de energia elétrica no ano passado, que foi 3,5%.

Os dados constam da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgado hoje (29) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A expansão se deu sob uma base já elevada, uma vez que em 2012 o setor de comércio e serviço cresceu 7,9%. Segundo o levantamento da EPE, em 2013 o consumo de energia elétrica no setor de comércio e serviços totalizou 83,7 terawats-hora (TWh).

O volume de vendas no varejo, principal consumidor de eletricidade da classe comercial, expandiu-se à taxa de 4,3% até novembro, segundo levantamento da Pesquisa Mensal do Comércio, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (PMC/IBGE). Este crescimento se deu apesar do comportamento mais cauteloso do consumidor, que vem privilegiando o acerto de dívidas às compras, segundo avaliação do próprio Serasa.

Também contribuiu para a alta expressiva, a influência de mudanças na classificação de consumidores, principalmente em São Paulo, onde no último trimestre do ano, registrou-se a conclusão do processo de reclassificação de condomínios residenciais, antes faturados na classe residencial para a classe comercial.

Tags: economia, eletricidade, Serasa, varejo, vendas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.