Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Economia

Alta dos preços perde força em São Paulo

Agência Brasil

O  Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido na cidade de São Paulo pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) , alcançou 0,86% na terceira prévia do mês. Apesar de ser a terceira alta consecutiva deste ano, caiu o ritmo de correção. Na apuração passada, os preços tinham subido em média 0,83%, ante 0,74%.

Como é comum nesta época do ano, o grupo educação foi o que teve a maior elevação, com taxa de 5,01% ante 2,98%. No entanto, foi o grupo dos alimentos que mais influenciou o resultado geral do IPC, com variação de 0,89% ante 0,97%. Em habitação, foi constatada ligeira alta, com o índice em 0,51% ante 0,48%.

No grupo transporte,  houve decréscimo, com oscilação de 0,66% ante 0,71% e, em despesas pessoais, onde ocorreu a segunda maior taxa do período, 1,51%, a variação foi a mesma registrada na segunda prévia.

Em saúde, o índice ficou em 0,36%, um pouco acima da pesquisa anterior (0,34%). Já em vestuário, a taxa indicou queda de 0,07% ante uma alta de 0,33%.

Tags: brasil, economia, inflação, percentual, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.