Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Economia

Copom: Firjan insiste em redução de gastos públicos para frear inflação

Jornal do Brasil

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) condenou o aumento da taxa Selic para 10,50% ao ano. Segundo nota divulgada pela entidade, nos últimos três anos, a economia brasileira conviveu com um quadro de baixo crescimento e inflação acima da meta estabelecida. "Para 2014, as expectativas indicam um resultado ainda menor para o PIB e uma inflação mais elevada. Esse cenário não deixa dúvidas a respeito da necessidade de alterações na política econômica em curso", diz a nota. 

"Definitivamente, a solução não passa por mais juros e menos superávit primário. Por isso, o Sistema Firjan insiste na importância da adoção de uma política fiscal norteada pela redução dos gastos correntes e que efetivamente reduza a pressão exercida pelo consumo do governo sobre a inflação. Caso contrário, dificilmente o País poderá conviver com a tão almejada combinação de crescimento econômico e inflação controlada”, acrescenta.

Tags: dados, economia, Juros, selic, taxa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.