Jornal do Brasil

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2014

Economia

Preços para a população de baixa renda subiram quase 5% em 2013

Jornal do Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) do mês de dezembro apresentou variação de 0,56%, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com este resultado, o indicador acumula alta de 4,98% no ano. Em dezembro, a inflação da baixa renda registrou variação de 0,69%. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 5,63%, nível acima do registrado pelo IPC-C1.

Sete das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: 

Habitação (0,77% para 0,54%);

- Alimentação (0,80% para 0,71%); 

Despesas Diversas (1,26% para 0,48%); 

Comunicação (0,77% para -0,02%); 

Vestuário (0,78% para 0,52%);

Saúde e Cuidados Pessoais (0,43% para 0,37%); 

e - Educação, Leitura e Recreação (0,51% para 0,45%). 

Nestes grupos, os destaques partiram dos itens: tarifa de eletricidade residencial (1,87% para 0,34%), laticínios (-1,75% para -4,14%), cigarros (1,93% para 0,68%), tarifa de telefonia móvel (1,42% para 0,26%), roupas (0,97% para 0,61%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,68% para 0,26%) e passagem aérea (21,82% para -10,73%), respectivamente. 

Em contrapartida, apresentou acréscimo em sua taxa de variação o grupo Transportes (-0,03% para 0,67%). Nesta classe de despesa, a principal influência partiu do item gasolina, cuja taxa passou de -0,20% para 4,04%.

Tags: dados, economia, FGV, inflação, RENDA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.