Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Economia

El País explica os vícios da matéria-prima cara na América Latina

Jornal do Brasil

O Chile mantém uma boa gestão dos seus recursos naturais e, uma consequência disso, o país figura no topo do ranking econômico da América Latina. A relação é feita pelo jornal espanhol El País, numa reportagem publicada nesta quarta-feira (8/1). Apesar dos países vizinhos ao Chile também apresentarem abundante riqueza natural, eles não aproveitam tanto os seus recursos e mantêm uma relação de dependência de matéria-prima entre as nações. 

Segundo a reportagem, historicamente a América Latina tem baseado o seu crescimento econômico quase exclusivamente na exploração de recursos naturais. Isso se traduz numa dependência econômica de commodities de muitos países deste bloco. "Nada menos que 93% da população da América Latina e 97% da atividade econômica na região que vivem em países que são exportadores líquidos de 'mercadorias', de acordo com o Banco Mundial", destaca o texto do El País.

Pelas estatísticas divulgadas pelo jornal espanhol, a dependência da região em suas matérias-primas caiu 86% nos anos 70 para pouco mais de 50% nos últimos anos. "Mas, em contraste, os países do Sudeste Asiático reduziu essa proporção de 94% para 30% no mesmo período", compara.

O El País avalia que esse quadro de dependência pode ser revertido, basta observar o exemplo do Chile. "Como o maior exportador de cobre do mundo, dois terços do país baseia sua economia neste metal precioso. A gestão adequada deste recurso tem permitido diversificar as suas exportações para equilibrar as suas finanças públicas e evitar endividamento externo", justifica o texto. Segundo os especialistas entrevistados pelo jornal, essas medidas chilenas são necessárias e podem ser facilmente exportadas para outros países da América Latina, que podem tirar maior proveito dos seus recursos naturais de forma responsável e voltada para o futuro.

A reportagem do El País destaca que o Brasil é um dos países que tem feito maior esforço para vencer a dependência dos recursos naturais. O "gigante sul-americano" tem um vasto território e bom desenvolvimento agrícola, concorrendo com as maiores economias do mundo, além de intermináveis recursos minerais e naturais. "Mas ciente desse risco, o Brasil está tentando incentivar outros setores para diversificar sua economia. Prova disso é que, além do florescente setor financeiro, desenvolveu com sucesso a tecnologia aeronáutica, automotiva. A empresa aeronáutica brasileira Embraer, por exemplo, está entre os cinco maiores fabricantes de aeronaves do mundo", diz o texto.

O El País cita outros exemplos pelo mundo e diz que a chave está em duas palavras: "diversificação e inovação".

Tags: chile, dependência, diversificar, exemplo, matéria-prima, naturais, recursos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.