Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Economia

Tim Brasil é indispensável, diz investidor da Telecom

Agência ANSA

O terceiro maior investidor da Telecom Italia, com 5% das ações, Marco Fossati, disse neste sábado que a Tim Brasil "é um bem não substituível".    

"Isso se dá por conta das características econômicas e sociais do mercado brasileiro, que é substancial para as atividades da Telecom Italia", afirmou.

Fossati acha que "qualquer hipótese de venda deve ser aprofundada e levada em consideração pelo atual Conselho de Administração, com a plena participação dos acionistas minoritários e com posterior ratificação da assembleia".

Em uma nota divulgada nesta sexta-feira (3), a Telecom Italia voltou a negar que esteja vendendo a Tim Brasil e reafirmou que a operadora é um ativo estratégico para o grupo. Novos boatos de que a empresa italiana poderia se desfazer do seu braço brasileiro fizeram com que o preço de suas ações chegassem a crescer quase 7% no pregão de ontem na Bolsa de Valores de Milão. Os papéis da Telecom também tiveram uma liquidez muito maior do que de costume por conta dos rumores.    

"Em relação aos boatos na imprensa, a Telecom Italia ressalta que não tem conhecimento de qualquer oferta pela TIM Brasil e reitera, mais uma vez, o caráter estratégico da companhia brasileira", diz a nota.    

As notícias sobre uma possível negociação da TIM ganharam força após a Telefónica, dona da Vivo, aumentar sua participação na Telco, que controla 22,4% da Telecom Italia. A operação, de acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), é prejudicial ao mercado de telefonia nacional, e rendeu uma multa de R$ 15 milhões para o grupo espanhol. A Comissão Nacional para as Sociedades e a Bolsa (Consob), organismo que controla a Bolsa de Valores de Milão, pediu que a Telefonica comente a notícia publicada na imprensa.

Tags: economia, empresa, telefonia, tim, venda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.