Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

Economia

Bolsa de SP cai mais de 2% no primeiro pregão de 2014

Já o dólar chegou a R$ 2,39, o maior nível desde 22 de agosto de 2013

Jornal do Brasil

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, fechou a sessão desta quinta-feira em queda, no primeiro pregão de 2014. A bolsa brasileira registrou desvalorização de 2,26%, aos 50.341 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 5.566 bilhões. O resultado está alinhado com as perdas das bolsas externas e repercutindo dados que mostram desaceleração da atividade industrial na China.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Embraer (ON), que avançaram 1,64%, e da Suzano Papel (PNA), que apresentaram alta de 1,62%. 

Os destaques negativos foram os papéis da B2W Digital (ON), que recuaram 11,59%, e da Brookfield (ON), que tiveram queda de 11,30%.

Na Europa, as principais bolsas também fecharam com perdas em sua primeira sessão de 2014, na qual os investidores atuaram com prudência, apesar das altas registradas em 2013 nos mercados de ações. A bolsa de Londres caiu 0,46% no índice FTSE-100. O índice CAC 40 de Paris cedeu 1,60%. Em Frankfurt, o Dax perdeu 1,59%. O índice Ibex 35 de Madri regrediu 1,58%.

Dólar chega a R$ 2,39 no primeiro pregão de 2014

E o dólar fechou em alta de 1,43% nesta quinta-feira, cotado a R$ 2,3913. Foi o maior nível desde 22 de agosto de 2013, quando a moeda americana fechou a R$ 2,4320.

O primeiro pregão de 2014 teve menor atuação do Banco Central no mercado de câmbio na nova fase do programa de intervenções diárias. 

O BC vendeu 4 mil contratos de swap cambial tradicional com vencimento em 2 de maio de 2014, dando continuidade às atuações diárias. O leilão teve volume financeiro de R$ 199 milhões.

Tags: alta, Bolsa, Dólar, economia, mercado

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.