Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Economia

Movimentação de cargas no Porto de Santos chega a 114 milhões de toneladas

Movimento foi reflexo do desempenho dos setores sucroalcooleiro, milho, soja e contêineres

Agência BrasilFlávia Albuquerque

A movimentação de cargas no Porto de Santos chegou a 114 milhões de toneladas em 2013, o que representa aumento de 9,4% em relação ao volume registrado em 2012, e de 4,58% acima do projetado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). De acordo com o órgão, esse movimento foi recorde e reflexo do desempenho dos setores sucroalcooleiro, complexo milho, soja e contêineres. Também se deve ao aumento das exportações em 12,7%.

Segundo a Codesp, em 2014 a movimentação no Porto de Santos deve chegar a 122 milhões de toneladas, 7% a mais do que o previsto para 2013. Para os sólidos a granel, a expectativa é a de aumento de 4,9%, enquanto os líquidos a granel devem crescer em torno de 1,5% e a carga geral, 11,4%.

No caso do açúcar, líder entre as mercadorias movimentadas no Porto de Santos, o crescimento do volume embarcado em 2013 deve chegar a 19,7 milhões de toneladas, representando um salto de 17,5% na comparação com 2012. Para o ano de 2014, o aumento dos embarques a granel deve ser 1,2%, chegando aos 16,8 milhões de toneladas. Considerando também a movimentação de açúcar em sacas e em contêineres, o produto deverá atingir 20 milhões de toneladas, 1,5% acima do resultado previsto para 2013.

A soja em grãos, segunda mercadoria mais movimentada no porto santista, deve ter volume exportado em 2013 de 14,9 milhões de toneladas, 14,2% a mais do que em 2012. Para 2014, as perspectivas de movimentação dessa carga são de aumento de 16% ante o ano anterior, chegando a 18,4 milhões de toneladas. A soja peletizada deve crescer cerca de 24,2% e a soja em grãos, 14,2%.

No caso do milho, a expectativa é encerrar 2013 com o resultado recorde de 11 milhões de toneladas. Para 2014, estima-se uma retração de 1% nos embarques de milho, na comparação com o resultado previsto para 2013.

O balanço da Codesp mostrou ainda que os desembarques de adubo previstos para 2013 são 3,7 milhões de toneladas, um crescimento de 7,5% sobre 2012. Com o novo recorde esperado para a safra de grãos, estima-se para 2014 uma movimentação de adubo em torno de 3,8 milhões de toneladas, aumento de 2,4% sobre o projetado para 2013.

A expectativa de movimentação de líquidos a granel para 2013 é 16,1 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,9% em relação ao último ano. Em 2014, a movimentação desse segmento deve atingir 16,4 milhões de toneladas (aumento de 1,5% ante a previsão para 2013, que foi 16,2 milhões de toneladas). As exportações de sucos cítricos devem atingir 2 milhões de toneladas em 2013, 5,4% a mais do que no ano passado.

A projeção para a carga geral é chegar ao fim de 2013 com 41 milhões de toneladas, um acréscimo de 8% em relação ao ano passado. Para 2014, a expectativa é atingir 45,8 milhões de toneladas, 11,4% acima das previsões para este ano. As projeções para a carga geral conteinerizada apontam incremento de 9,7%, um total de 3,4 milhões teu (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) ou 36,3 milhões de toneladas. Para 2014, a expectativa é chegar a 3,9 milhões teu, um crescimento de 12,3%.

Segundo a Codesp, em 2013 atracaram no Porto de Santos navios maiores, devido às obras de dragagem do canal de navegação para 15 metros de profundidade e 220 metros de largura em seus trechos mais estreitos. Em março, a consignação média atingiu a marca de 22.326 toneladas por navio, superando o recorde anterior de 21.594 toneladas, registrado em outubro de 2012. Após sucessivos novos recordes, em agosto o porto registrou seu atual recorde de consignação média, de 24.963 toneladas por navio.

Tags: 2013, cargas, Porto, recorde, Santos, volume

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.