Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Economia

Comércio espera um aumento de até 9% nas vendas de fim de ano

Lojas já funcionam com horários diferenciados para atender à demanda

Jornal do BrasilAmanda Rocha*

O comércio está bastante otimista com as vendas de fim de ano. Segundo pesquisa feita pelo Clube de Dirigentes Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio), que ouviu 750 lojistas, o crescimento esperado para as vendas aumentou 9% em relação ao ano passado.

Por ser uma época de muitas festas e comemorações, essa expectativa pode até aumentar. “O Natal não acontece apenas no dia. Começa bem antes e só termina no dia 6 de janeiro. Portanto, os 9% podem ser superados”, explica Aldo Gonçalves, presidente da CDL-Rio. Ainda de acordo com o estudo, 78% das lojas abrirão aos domingos e 69% funcionarão além do horário normal para suportar o aumento da procura.

Para Aldo, o alto índice de dívidas quitadas mostra que as pessoas estão se posicionando em uma atitude de consumo. Dessa forma, recuperam crédito para as compras de Natal. Mas ele alerta que não é bom deixar tudo para a última hora. “Isso é ruim para o consumidor e também para o comerciante, porque a loja fica muito tumultuada. Além disso, comparar os preços é importante”, sugere.

O presidente da Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega (Saara), Enio Bittencourt, conta que está muito confiante com as vendas desse ano, que devem aumentar até 15% em relação a 2012. Para comportar a demanda, o centro comercial adaptou seus horários e fica aberto de 9h até as 20h, funcionando inclusive aos domingos.

São 150 mil pessoas passando pelas 11 ruas da Saara por dia e, segundo Enio, o número aumenta a cada semana. “O movimento está muito bom e aqui tem de tudo. O que está vendendo mais nessa época é roupa de criança, brinquedos, enfeites de Natal e calçados”, conta.

Bianca Richa, que possui loja no Saara, diz que o movimento se intensifica na parte da tarde. “De manhã é mais fraco mesmo, mas a partir das 13h, bomba. Geralmente fechamos às 18h30, mas, agora, esticamos até 19h”, explica.

Os shoppings também sentem o peso das vendas de final de ano. O Barra Shopping, um dos maiores do Rio, está recebendo, em média, 24 mil carros por dia. A expectativa é de que haja um acréscimo de 6% no fluxo de pessoas, além de um aumento de 10% nas vendas em relação a 2012.

Os eletrônicos são os produtos mais escolhidos pelo público. Em segundo lugar vêm as roupas, com destaque para camisas do Brasil, que têm as vendas impulsionadas pela Copa do Mundo no ano que vem.

*Do programa de estágio do Jornal do Brasil

Tags: comércio, estimativa, expectativa, Natal, vendas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.