Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Economia

Economia brasileira atrai trabalhadores filipinos

Grupo é o segundo maior que chega ao Brasil

Jornal do Brasil

A economia brasileira vem atraindo milhares de trabalhadores estrangeiros e desde 2010 o maior grupo que chega ao país é formado por Filipinos. Segundo o coordenador geral de imigração do Ministério do Trabalho, Aldo Candido Costa, a mão de obra filipina está chegando ao Brasil por solicitação das petrolíferas que necessitam de trabalhadores especializados para o setor. O maior grupo de trabalhadores que ingressa no Brasil são os americanos. A terceira maior força de trabalho estrangeira é formada por ingleses e em quarto lugar estão os indianos, cuja maioria ingressa na área de tecnologia da informação.

Aldo Costa informou que o ingresso de trabalhadores estrangeiros no Brasil só ocorre a partir de solicitação de empresas que necessitam de mão de obra especializada ou para completar seus quadros diante da dificuldade em contratar trabalhadores brasileiros. Costa ressalta que esse fluxo vem aumentando desde 2010, quando a economia brasileira se mostrou sólida e atravessou a crise internacional sem grandes sobressaltos. Até 2010, ingressavam no país cerca de 25 a 30 mil trabalhadores estrangeiros por ano. Posteriormente, esse contingente aumentou para cerca de 60 mil e vem se mantendo até este ano.

Aldo Costa disse ainda que esses trabalhadores chegam ao país com contratos temporários de trabalho e com prazo de dois anos. Esse período, no entanto, pode ser prorrogado e em alguns casos, o trabalhador estrangeiro pode ter visto permanente de trabalho. “O aumento do número de trabalhadores que ingressam no país, sem dúvida nenhuma, ocorre por conta da nossa economia e isso se comprova porque essas pessoas só podem entrar aqui a partir da solicitação de uma solicitação patronal. Se estão aumentando esses pedidos é sinal de que as empresas estão aumentando também suas atividades”, afirma Aldo.

Tags: ainda, ao país, chegam, com, contratos, esses, que, trabalhadores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.