Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Economia

EUA começam a reduzir estímulos à economia em janeiro

Dólar e bolsa fecham em alta no mercado brasileiro

Jornal do Brasil

O Federal Reserve (FED, o banco central americano) anunciou nesta quarta-feira que vai reduzir os estímulos monetários à economia dos EUA a partir de janeiro. Durante a crise financeira de 2008, o FED passou a comprar mensalmente títulos do governo, abastecendo o mercado de dólares. O valor do estímulo estava em US$ 85 bilhões por mês. A partir de janeiro, serão US$ 75 bilhões, de acordo com comunicado do comitê. A mudança na política foi aprovada por 9 votos a 1.

"À luz dos progressos acumulados em relação ao emprego e melhora nos prognósticos para o mercado de trabalho, o comitê decidiu reduzir modestamente o rtimos de compras de ativos", afirmou o Fomc em nota. O valor mensal dos estímulos estão ligados à compra de títulos ligados a hipotecas (US$ 35 bilhões) e títulos de longo praxo do Tesouro americano (US$ 40 bilhões).

O FED informou ainda que provavelmente reduzirá mais compras de ativos em passos comedidos se dados mostrarem contínua melhora do mercado de trabalho e inflação rumo ao objetivo de longo prazo. O BC dos EUA manteve a taxa de juro próxima de zero e disse que ela deve permanecer nesse patamar enquanto o desemprego for superior a 6,5% e a inflação projetada não superar 2,5%.

Efeitos

Quando os estímulos começaram a serem retirados, a previsão é de que a possibilidades de ganhos maiores para os investidores naquele país atraia capital estrangeiro hoje estacionado nas economias emergentes. 

Como a medida já era esperada por analistas econômicos, a presidente brasileira Dilma Rousseff já afirmou que o País está preparado para a mudança na política monetária americana. Segundo ela, o Brasil tem condições de enfrentar com tranquilidade o momento, tem reservas internacionais e sabe usá-las.

Dólar fecha em alta

O dólar fechou em alta de  0,87%, cotada a R$ 2,3426, depois de passar boa parte do pregão com oscilações mínimas. Na máxima da sessão, a divisa chegou a superar alta de 1%, para R$ 2,3465. 

Na semana, a moeda americana tem alta acumulada de 0,3% e no mês, de 0,22%. No ano, o dólar subiu 14,57%.

Bovepa fecha em alta

O principal índice da Bovespa encerrou em alta de 0,94% nesta quarta-feira (18), para 50.563 pontos, após o Fed decidir reduzir os estímulos à economia americana.

Na semana, a Bovespa sobe 1,02%. No mês, há queda de 3,66% e no ano, de 17,04%.

Com Portal Terra

Tags: americanas, Bolsa, economia, Medidas, MOEDA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.