Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Economia

Ceia de Natal fica 8,1% mais cara do que em 2012, diz FGV

Agência Brasil

Rio de Janeiro – O brasileiro terá de desembolsar neste Natal, em média, 8,1% para ter os mesmos produtos da ceia de 2012. Segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), a alta de preços é superior aos 5,48% registrados pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

Como o ano não foi concluído ainda, a inflação foi calculada com base no Índice de Preços ao Consumidor – 10 (IPC-10). O IPC-10 de 2013 foi medido com base em preços coletados entre os dias 11 de dezembro de 2012 a 10 de dezembro de 2013.

Entre os itens que tiveram maior aumento de preços no período estão farinha de trigo (30,56%), batata-inglesa (21,07%), frutas (15,41%), panetone (15,31%), azeite (13,67%), frango (10,28%), lombo suíno (10,07%) e azeitona em conserva (9,5%). Também tiveram alta de preços o pernil suíno (3,44%) e o vinho (3,87%).

Alguns produtos da ceia tiveram queda de preços, o que evitou uma inflação ainda maior, como a cebola (-29,42%), o óleo de soja (-19,39%), o bacalhau (-9,69%) e o arroz (-5,13%).

A FGV também divulgou lista de 22 produtos que costumam ser dados como presentes de Natal. Nesse caso, a inflação ficou abaixo da média registrada pelo IPC: 3,78%. Entre os produtos com maior alta de preços estão bijuterias (14,25%), bicicletas (9,44%), cintos e bolsas (7,14%) e computadores (5,41%).

Tags: brasil, ceia, economia, inflação, preço

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.