Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Economia

Serviços e royalties aumentaram a receita dos municípios fluminenses

Agência Brasil

O retrato das finanças dos municípios fluminenses em 2012, registrado no anuário Finanças dos Municípios Fluminenses, indica que os serviços e royalties elevaram as receitas dos municípios do estado do Rio de Janeiro em 6,6% em relação a 2011, totalizando R$ 40,97 bilhões.

O anuário, lançado hoje (10) pela secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, mostra a aceleração do aumento da receita; descentralização da economia para regiões do interior, decorrente da forte influência dos royalties; queda da participação do Imposto Predial, Territorial Urbano (IPTU); e crescimento das despesas com pessoal e custeio.

O crescimento da receita nas cidades do interior fluminense chegou a 8%, enquanto na capital houve um acréscimo de 4,8%. Para o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno, os números do anuário mostram que a estratégia adotada pelo governo estadual em incentivar a atração de empresas para o interior fluminense está absolutamente correta. “Podemos ver claramente a descentralização da economia em diferentes regiões do estado”, disse.

O anuário Finanças dos Municípios Fluminenses mostra ainda que alguns municípios do interior registraram aumento na receita total muito acima da média em 2012, comparativamente ao ano anterior. As maiores expansões foram registradas em Queimados (30,3%), Itaboraí (24,8%), Bom Jardim (24,6%), Maricá (24,4%), Casimiro de Abreu (24,2%), Mangaratiba (24%), Itaguaí (23,6%) e Arraial do Cabo (22,8%).

Tags: arrecadação, aumento, Cidades, economia, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.