Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Economia

Florestas plantadas respondem por 90% de toda a madeira produzida no país

Agência Brasil

De um total de 146,8 milhões de metros cúbicos (m³) de madeira em tora produzidos no país, em 2012, 89,8% são provenientes da silvicultura (florestas plantadas) e 10,2% oriundos do extrativismo vegetal. Em 2012, a produção de madeira em tora originada da silvicultura destinada a papel e celulose contribuiu com 56% no total nacional.

Os dados constam da Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura 2012 (Pevs 2012), estudo que o Instituto de Geografia e estatística (IBGE) divulga hoje (5). Os dados indicam que a produção de carvão vegetal chegou a 6,2 milhões de toneladas, das quais, 81,5% foram produzidos pela silvicultura e 18,5% pela extração vegetal. Na participação da produção de lenha, o extrativismo vegetal colaborou com 37,7% de um total de 91,07 milhões de m³, contra 62,3% da silvicultura.

Segundo dados do Anuário Estatístico da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (Abraf), divulgados este ano, dos principais produtos florestais, apenas o segmento da celulose apresentou desempenho negativo em 2012 quanto às exportações e o consumo interno, quando comparado ao ano de 2011.

Os demais segmentos da indústria brasileira de base florestal (papel, painéis industrializados, compensados e carvão vegetal) apresentaram variações positivas. A área total de plantios florestais em 2012 chegou a 7,18 milhões de hectares. Quando comparado a 2011, o número mostra aumento de cerca de 180 mil hectares.

As áreas plantadas com eucalipto ocupam 70,8% desse total, em seguida aparece o pinus (22%) e as demais espécies como acácia, araucária, pópulus, teca, seringueira e paricá (7,2%). Os plantios de eucalipto e pinus estão concentrados em Minas Gerais, São Paulo, no Paraná, em Santa Catarina, na Bahia e em Mato Grosso do Sul.

Por outro lado, o estudo do IBGE indica que a produção de carvão vegetal da silvicultura em 2012 alcançou 5,09 toneladas, volume 23,5% superior ao obtido em 2011. Minas Gerais foi o estado que registrou a maior produção nacional (4,3 milhões de toneladas ou 85%), seguido do Maranhão (312,29 mil toneladas); e a Bahia (155,85 mil toneladas).

O estudo comprova ainda a tendência de queda nas produções de carvão vegetal e da lenha em 2012, quando essas produções registraram decréscimos de 14,2% e 8,7%, em relação a 2011. “A fiscalização de órgãos oficiais e a crescente oferta destes por produtos oriundos de florestas plantadas explicam o comportamento”, informa o estudo.

Em 2012, quantidade de carvão vegetal obtida do extrativismo no país chegou a 1,1 milhões de toneladas.  As produções dos estados do Maranhão (346,2 mil toneladas) e de Mato Grosso do Sul (259,6 mil toneladas) participaram com 52,2% na produção nacional. O Piauí, Minas Gerais e a Bahia registraram produção superior a 100 mil toneladas.

Tags: chegou, país, quantidade, toneladas, vegetal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.