Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Economia

Delfim critica a intervenção do governo na Petrobras

Para ele, o governo está destruindo a empresa

Jornal do Brasil

O economista e ex-ministro Delfim Neto criticou nesta terça-feira (3/12) as intervenções do governo na Petrobras. Ele ressaltou que a empresa está sendo destruída por causa dessas ações que foram feitas com tanto mau jeito que não tiveram a menor eficácia. “O que o governo fez com a Petrobras foi uma tragédia”, disse Delfim e completou afirmando que a Eletrobras também está num processo de desgaste.

Delfim afirmou ainda que o Leilão de Libra não pode ser considerado um sucesso e nem fracasso. Para ele, o resultado foi o que o governo queria. Delfim explicou que a Petrobras ao entrar na concorrência nenhuma outra empresa entra concorrendo com ela. “Ou entra junto ou não entra e, portanto, não poderia ser diferente”, disse ele.

Delfim chama atenção também para a situação das contas públicas do país. Segundo ele, há uma conjunção de fatores que podem colocar o Brasil numa situação mais crítica. “As agências de risco estão ameaçando rebaixar o Brasil; o Fundo Monetário Internacional (FMI),  a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE); o BIS, enfim, todos estão dizendo o seguinte: “presta atenção para a dívida”. Isso tudo cria uma condição muito desconfortável porque é uma ameaça. Mais dia ou menos dia, lá pelo primeiro quadrimestre do ano que vem, os Estados Unidos devevão reduzir os estímulos monetários e, se nesse momento, tivermos nosso rating rebaixado, vamos ser vítimas da tempestade perfeita”, disse ele.

Tags: brasil, contas públicas, delfim, desgaste, fatores, Petrobras, Tragédia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.