Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Economia

Comissão Europeia cobra medidas de austeridade da Grécia 

Agência Brasil

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, disse que o primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, garantiu que serão implementadas as medidas de austeridade. O compromisso é considerado fundamental para a Grécia receber mais verbas da comunidade internacional.

Porém, Barroso disse que "palavras não são suficientes". Ontem (26) as bolsas norte-americanas e europeias subiram após as informações do presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi. Ele disse que a instituição fará o que for preciso para preservar o euro.

A Grécia é o país que mais provoca preocupações na zona do euro. Os líderes partidários gregos disseram que retomarão dia 30 as negociações para elaborar um plano de cortes orçamentários para 2013 e 2014. Novos ajustes serão necessários para o país se qualificar para mais empréstimos de resgate, disse o líder do partido socialista Pasok, Evangelos Venizelos.

"Continuaremos as negociações na segunda-feira [30]", disse Venizelos, após reunião de três horas com o primeiro-ministro, Antonis Samaras, e o líder do Esquerda Democrata, Fotis Kouvelis.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) também defendeu a retomada das discussões sobre o plano de austeridade imposto ao país em troca de um resgate financeiro, nos próximos dois meses. Uma missão do FMI está na Grécia para reuniões com o governo.

Tags: bancos, crise, economia, grécia, recessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.