Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Economia

Inflação em 2012 deve ficar abaixo do centro da meta, diz BC 

Portal Terra

O Banco Central (BC) reduziu a previsão de inflação para este ano, segundo relatório divulgado nesta quinta-feira pela autoridade monetária. A estimativa oficial era de que o índice geral de preços tivesse aumento de 4,5% em 2012, patamar correspondente ao centro da meta perseguida pelo governo, mas a autoridade monetária baixou a expectativa para 4,4%.

A previsão leva em consideração a manutenção da taxa de câmbio em R$ 1,75 e taxa básica de juros em 9,75% ao ano. O BC também diminuiu a estimativa do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o ano que vem, que era de 5,5% e passou para 5,2%.

A autoridade monetária acredita que haverá queda na inflação em 2012 porque o índice recua desde outubro de 2011, alcançando 5,85% em fevereiro deste ano, patamar 0,16 ponto percentual abaixo da inflação observada no mesmo mês de 2011. A queda na inflação no mês passado foi determinada pela menor variação nos preços livres (em que o aumento ou queda no preço é determinado pelo mercado).

O custo de serviços continua mais alto que o dos preços livres e, segundo o BC, é o que tem puxado a inflação para patamares mais altos. No início do ano é a época em que ocorrem reajustes de tarifas, especialmente de transportes públicos, e pelo aumento nos custos associados à educação.

O reajuste do salário mínimo em 14% deve impactar ainda mais o preço de serviços ao longo do ano, principalmente em relação ao salário de empregados domésticos e o custo de roupas, já que há mudança na estação do ano. Por outro lado, o BC vê esgotamento de pressões sazonais do início do ano e menores variações nos preços aos produtores agrícolas e industriais, fatores que tendem a contribuir para reduzir a inflação.

Tags: BC, economia, inflação, meta, projeção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.