Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

Economia

Nestlé na Justiça: rede social propaga denúncias

Jornal do Brasil

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - As mídias sociais se tornaram uma grande fonte de informação para os consumidores. A polêmica que envolve a bebida láctea Alpino Fast, lançada há três meses pela Nestlé, foi rapidamente levada para o Twitter e para outros sites. Apesar de ter a mesma embalagem e imagem do chocolate Alpino, o produto informa na embalagem que não contém o chocolate.

Dono do site Coma com os Olhos, que fez a denúncia, o publicitário Itamar Taver explica que o promotor de Justiça de defesa do consumidor José Augusto Peres Filho, do Rio Grande do Norte, recebeu a denúncia pelo Twitter e repassou para a Promotoria do Rio, já que o produto não é vendido na região. O post teve a maior audiência da história do blog. Em dois dias, recebi mais de 100 mil visitas individuais , conta.

Além do Ministério Público (MP), a Nestlé está sendo investigada pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça e por entidades de defesa do consumidor. No JB Online, cerca de 81% dos internautas concordaram que o MP está certo em pedir a punição da empresa.

De acordo com pesquisa do iGroup, empresa de monitoramento de marcas na internet, apenas em abril foram registrados 137 tweets sobre a Nestlé, dos quais 54% eram negativos. Quinta-feira, houve cerca de 20 tweets por hora, pelo mecanismo de busca do site. O diretor geral do iGroup, Ricardo Almeida, explica que as informações veiculada na web tomam proporções muito maiores. Dificilmente o desdobramento desta história vai fazer bem para a imagem da Nestlé, mesmo que a bebida seja muito gostosa , ressalta.

Compartilhe: