Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

Economia

Para GMAC, não é momento para FIDC

Investimentos e Notícias
SÃO PAULO, 23 de abril de 2008 - Apesar de afirmar ter feito sondagem no mercado, Sérgio Diniz, diretor executivo de finanças do Banco GMAC - banco múltiplo que administra os serviços financeiros oferecidos à rede de concessionárias Chevrolet - afirma que não acredita ser o momento de usar os ativos dos créditos do financiamento de veículos para a elaboração de um Fundo de Investimento em Direito Creditório (FIDC).

´As taxas ainda estão muito voláteis. Vamos aguardar o momento oportuno´, diz o diretor. ´Além do mais, nós podemos contar com outras linhas que estão garantindo o nosso crescimento, como a venda de recebíveis e o trabalho direto com a matriz que temos para a linha de empréstimos´, acrescenta o executivo.

Ainda de acordo com o diretor, justamente por contar com o apoio da holding e por ter um bom posicionamento no mercado nacional, a GMAC não sofre a pressão que alguns bancos pequenos sofrem - principalmente em regulações como a Basiléia II - na relação de folga do limite de capital. ´Para nós, o lançamento de um FIDC seria apenas uma oportunidade de custo e não uma liberação de limite. Temos espaço para crescer sem depender de linha de crédito´, analisa.

Diniz observa também que as linhas de crédito pré-aprovadas com parceiros também auxilia a GMAC neste quesito. ´Com nossas atividades geramos R$ 100 milhões em 2007 e todos os lucros obtidos no País são reinvestidos no Brasil. E iremos realizar um contínuo aporte dos lucros em nossas próprias operações´, finaliza.

(Angela Ferreira - InvestNews)

Compartilhe: