Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Cardeal Orani Tempesta

21 anos da Rádio Catedral

Comunicando a verdade e proclamando a santidade!

Dom Orani João Tempesta*

Tivemos a alegria, junto com a Solenidade da Imaculada Conceição, de relembrar a data que há vinte e um anos o nosso amado Predecessor, Cardeal Eugênio de Araújo Salles, inaugurava a Rádio Catedral FM, um sonho que o grande Patriarca de nossa Igreja concretizava com a ajuda de muitos colaboradores.

No dia da Imaculada Conceição, na Paróquia N. Sra. da Conceição, no Bairro do Engenho Novo, às 10hs, tive a graça de presidir a Santa Missa em honra da Imaculada Conceição, junto com a comemoração do aniversário da Rádio Catedral, nos seus vinte e um anos de funcionamento. Vários concelebrantes, igreja superlotada, animação e alegria de todos, funcionários da Fundação Catedral junto com o pároco local agradecemos a Deus por tantos benefícios.

 A RÁDIO CATEDRAL FM atinge com potência de 25 Kw a cidade do Rio de Janeiro, os municípios vizinhos, o sudeste de São Paulo e o sul de Minas Gerais, destacando-se desde então em instalação e qualidade, como uma das melhores emissoras do Estado, mantendo suas características próprias: evangelização, informação, cultura e diversão sadia. Com uma programação variada, jornalismo dinâmico e boa música, a Rádio Catedral FM procura atingir todos os segmentos de nossa sociedade. Nossa Fundação está se empenhando cada vez mais para que a Palavra de Deus esteja sempre presente no coração da comunidade.

Nossa rádio está na rede mundial de computadores no sítio www.radiocatedral.org.br, onde o ouvinte pode acessar informações sobre a emissora e participar da programação através de pedidos de músicas e oferecimentos e ouvi-la em qualquer lugar do planeta.

Para marcar o aniversário da rádio, lançamos a campanha de multiplicar os seus já vinte e um mil colaboradores que, inscritos, mensalmente ajudam na manutenção de nossa Rádio Catedral, que tantos benefícios tem feito em favor da evangelização na nossa Arquidiocese.

A Rádio Catedral evangeliza e educa nos valores éticos, cívicos, morais e religiosos. Ela prima a sua grade de programação com profissionais de alta competência jornalística e radiofônica e tem sido a voz abalizada da Igreja na nossa Arquidiocese.

Nestes tempos conturbados em que muitas pessoas pregam, infelizmente, que é possível viver sem Deus, a Rádio Catedral tem levado a Palavra de Deus à nossa cidade. Devo ressaltar que tem crescido uma mentalidade em determinados setores, que querem calar a voz da Igreja Católica e a sua presença nos meios radiofônicos e televisivos. Mas devemos ficar alertas para os intolerantes que querem tirar Deus do centro da vida do povo brasileiro e, num verdadeiro cerceamento da liberdade religiosa, cassar ou mesmo proibir concessões de rádio e de televisão para a Igreja. Isso porque nossos veículos formam as consciências em favor da busca da santidade. E a santidade se faz com ética, respeito pelo outro, vivência da paz, espírito comunitário, sentido de solidariedade e de partilha.

No dia 27 de julho passado, o Papa Francisco falou pelos microfones da Rádio Catedral: "Bom dia, boa tarde a todos que estão ouvindo. Agradeço a atenção e agradeço aqui aos integrantes da rádio pela amabilidade por me darem o microfone. Agradeço e estou olhando para o rádio e vejo que os meios de comunicação são muito importantes. Eu diria que uma rádio católica, hoje em dia, é o púlpito mais próximo que temos. É de onde podemos anunciar os valores humanos, os valores religiosos e, sobretudo, anunciar Jesus Cristo. Dar ao Senhor essa graça de colocá-Lo em nossas coisas. Assim, saúdo a todos e agradeço todo o esforço que faz esta arquidiocese para ter e manter uma rádio que tem uma rede tão grande. A todos que estão me escutando, peço que rezem por mim, que rezem por esta rádio, que rezem pelo bispo, que rezem pela Arquidiocese. Que todos possamos nos unir na oração e que todos trabalhemos por uma cultura mais humanista, mais repleta de valores e que não deixemos ninguém de fora. Que todos trabalhemos por esta palavra que, hoje em dia, não é bem aceita: a solidariedade. É uma palavra que procuram deixar de lado sempre, porque incomoda. Todavia, é uma palavra que reflete os valores humanos e cristãos, que hoje nos pedem para ir contra; da cultura do descartável, de que tudo é descartável. Uma cultura que sempre deixa as pessoas de fora: deixa à margem as crianças, deixa à margem os jovens, deixa à margem os idosos, deixa de fora os que não servem, os que não produzem, e isso não pode acontecer. Ao contrário, a solidariedade coloca todos dentro. Devem seguir trabalhando por esta cultura da solidariedade e pelo Evangelho", orientou o Santo Padre.

Em síntese, o que estamos fazendo na Rádio Catedral é irradiar os valores humanos e cristãos, de incluir as pessoas, de evangelizá-los a partir da cultura da solidariedade e de anúncio do Evangelho. Por isso, agradeço aos vinte e um mil colaboradores da Rádio Catedral que estão nos ajudando a manter o sistema de comunicação da Arquidiocese. Agradeço a todos pela sua fidelidade e quero convidar a outros fiéis e pessoas de boa vontade que se inscrevam como "amigos da rádio" e contribuintes em favor desta obra de fé que faz parte de nosso sistema arquidiocesano de comunicação que ainda conta com o Jornal Testemunho de Fé, com a Webtv Redentor e com o site da arquidiocese: http://arqrio.org

Louvamos e agradecemos a Deus os muitos benefícios que a nossa Rádio Catedral tem feito em favor da evangelização. A todos os que fazem ou fizeram parte desta história: que Deus os recompense. Como disse o Bem-Aventurado João Paulo II há vinte e um anos: que este novo passo na caminhada da evangelização concorra para a formação cultural em favor da verdadeira arte e da autenticidade das notícias, tanto para a divulgação da doutrina e do ensino católico e de tudo o que diz respeito à vida da Igreja. Esses propósitos colocados pelo Beato João Paulo II têm sido a missão da Rádio Catedral.

Vamos continuar sendo amigos da Rádio Catedral e trabalhando com afinco para que essa missão contribua ainda mais na transformação de nossa região. Deus abençoe a todos!

*Dom Orani João Tempesta é arcebispo do Rio de Janeiro.

Tags: a vida, da igreja, e de, ensino católico, que diz, respeito, tudo o

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.