Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Cultura

DJ Avicii morre aos 28 anos

Jornal do Brasil

Avicii, um dos mais famosos DJs do mundo, que ajudou no florescimento global da música eletrônica, morreu nesta sexta-feira (20), em Omã, aos 28 anos, informou seu agente.

Dois anos depois de sua aposentadoria precoce, o DJ sueco, cujo nome de batismo é Tim Bergling, foi encontrado morto durante uma visita a Mascate, capital de Omã, revelou um comunicado, que não especificou a causa da morte.

"É com profunda tristeza que anunciamos a perda de Tim Bergling, também conhecido como Avicii", disse seu agente.

"A família está arrasada e pedimos a todos que, por favor, respeitem sua necessidade de privacidade neste momento difícil. Nenhuma declaração adicional será dada".

Avicii foi um dos primeiros DJs a se destacar no 'mainstream', à medida que a dance music eletrônica crescia na última década.

Seus maiores sucessos incluem "Hey Brother" e "Wake Me Up", que foi o número um em toda a Europa em 2013 e contou com o cantor de soul Aloe Blacc.

Embora a morte tenha sido um choque, Avicii falou publicamente nos últimos anos sobre seus problemas de saúde, incluindo uma pancreatite, desencadeada em parte pelo consumo excessivo de álcool.

A condição o obrigou a cancelar shows em 2014, quando ele teve que remover a vesícula biliar e o apêndice.

Em 2016, Avicii surpreendeu os fãs ao anunciar sua aposentadoria quando tinha apenas 26 anos, dizendo que queria deixar o estilo de vida da música eletrônica.

Avicii, que durante anos foi um dos músicos eletrônicos mais lucrativos do mundo, em 2016 ficou em 12º lugar na lista de DJs mais bem pagos da revista Forbes, que disse que ele ganhou 14,5 milhões de dólares no ano anterior.

sct/jm/mvv/db

Agência AFP


Compartilhe: