Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Cultura

Mostra Tempo Forte exibe processo de criação de artistas

Jornal do Brasil

O processo de elaboração artística dos residentes da Casa das Caldeiras – espaço cultural e patrimônio histórico da capital paulista – será apresentado neste domingo (18) e segunda-feira (19) na Mostra Tempo Forte II – Obras em Construção. Nesta edição, a mostra ocorre junto com o Festival Caosarte que trará apresentações teatrais, dança, performances, shows e debates. Com entrada gratuita, as atividades terão a participação de mais de cinquenta artistas e articuladores culturais da cidade.

O evento faz parte da programação do projeto Todo Domingo Musical em São Paulo, da Associação Cultural Casa das Caldeiras (ACCC), que foi contemplado em edital da Secretaria de Estado da Cultura. A Casa das Caldeiras é um edifício fabril da década de 1920 que foi tombado como patrimônio histórico e cultural em 1986.

“Uma ou duas vezes por ano a gente faz um Tempo Forte com os artistas residentes da Casa das Caldeiras. A proposta é que eles apresentem os processos, os momentos em que estão na criação de suas obras”, explicou Joel Borges diretor de projetos da Casa das Caldeiras. Ele avalia que apresentar a construção artística para o público é um diferencial da mostra. “O produto final é um resultado, mas o processo é muito mais lento e muito mais interessante, às vezes, que a própria obra em si”, apontou.

Entre os artistas residentes que vão se apresentar na Mostra Tempo Forte está o casal Ligia Zapolla e Leandro Muniz Barreto. Eles exibirão uma das cinco etapas do projeto de artes visuais Omnibus. “É uma instalação audiovisual na qual eles vão expor fotos, vídeos, porque acompanharam moradores de São Paulo que atravessam a cidade. Vão falar sobre quais as impressões, o que fica na memória das pessoas, o que alavanca uma certa inspiração para essa pessoa”, exemplificou Borges.

Outros artistas que apresentarão os trabalhos na mostra são Jorge Garcia, da Companhia de Dança Vulcão (criação e pesquisa cênica); Cristian Espinoza; DUO b (Marcelo Bressanin e Pedro Ricco), Flávia Laudado, Carolina Sudati e Projeto Edwarda.

Entre as atrações musicais confirmadas para o Festival Caosarte estão Craca e Dani Nega, Nu-Naked Universe, Casal Brasilis, Astronauta Mecânico, DJ Selectora CecYza (Peru), DJ Rodrigo Bento (Festa Pilantragi), Festa Batekoo e Festa Derretida.

A atividade que abre a programação da segunda-feira (19), às 15h, é o painel que vai discutir arte e criatividade como força econômica com a participação dos pesquisadores Karina Poli e Davi Nakano da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

História

A Casa das Caldeiras produziam energia para o parque industrial que se erguia no bairro Barra Funda pelo Conde Francesco Matarazzo. Trata-se de um espaço construído com alvenaria de tijolos e três enormes chaminés, além de um pé direito muito alto para abrigar as imensas caldeiras. O edifício é “representante da história da industrialização e desenvolvimento da cidade de São Paulo”, diz texto de apresentação da Associação Cultural Casa das Caldeiras.

A programação completa da Mostra Tempo Forte II e do Festival Caosarte pode ser encontrada na página da Casa das Caldeiras.

Agência Brasil


Tags: caosarte, casa das caldeiras, mostra, são paulo, tempo forte ii

Compartilhe: