Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Cultura

Missa de sétimo dia reúne familiares, amigos e admiradores de Nelson Tolipan

Jornal do Brasil

Familiares, amigos e admiradores prestaram mais uma homenagem ao radialista Nelson Tolipan, na missa de sétimo dia em sua memória realizada na manhã deste sábado (3), na Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Leme.

Apontado como o maior especialista em jazz do país, Nelson morreu na noite do último domingo (28), de infarto, aos 81 anos, deixando a mulher Heloisa Araújo e duas filhas: a jornalista Heloisa, colaboradora do Jornal do Brasil durante 33 anos, e a designer Vilma.

Nelson Tolipan era o maior especialista em jazz do país

Nelson Tolipan era filho de imigrantes poloneses. Nasceu no Rio e desde pequeno já gostava de ouvir o som do rádio. Ainda jovem, comprava discos para a sua coleção com a ajuda do pai. 

Em 1948, começou a trabalhar em rádio no programa Clube Juvenil Toddy, da Rádio Mayrink Veiga. Em 1958, ganhou uma bolsa para estudar na Universidade de Midville, na Pensilvânia, onde se apaixonou pelo jazz. Depois de regressar ao país, foi trabalhar na Rádio Nacional e, em 1985, foi para a Rádio MEC. Nos últimos anos, apresentava o programa Momento de Jazz, que era transmitido nas noites de segunda, quarta e sexta.



Tags: jazz, morte, música, radialista, tolipan

Compartilhe: