Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Cultura

Conheça as 10 exposições mais visitadas da Itália em 2017

As mostras na Itália receberam milhares de visitantes

Agência ANSA

Conhecida por ser uma superpotência cultural, a Itália recebeu ao longo do ano, em suas principais cidades, diversas exposições que atraíram milhares de pessoas de todo o mundo. Com toda essa popularidade alcançada pelas mostras, a ANSA divulgou um ranking nesta quinta-feira (28) na qual classifica as 10 exposições mais visitadas do "país da bota".

Confira a lista

1º - Bienal de Veneza (Veneza): Disparada em primeiro lugar, a Bienal de Veneza, batizada de "Viva Arte Viva", ficou no topo do ranking. A 57ª edição da exposição bateu um novo recorde de visitação em sua história ao receber 651.152 visitantes. A mostra foi realizada entre os dias 13 de maio e 26 de novembro, com 120 artistas de 51 países.

2º - "Tesouros do naufrágio do inacreditável" (Veneza): Com pouco mais de 360 mil visitas, a exposição "Tesouros do naufrágio do inacreditável", de Damien Hirst, foi a segunda mais vista na Itália. Realizada entre os dias 9 de abril e 3 de dezembro, o artista inglês levou para as pessoas os tesouros da antiguidade de sua criatividade inquietante e provocativa.

3º - "Histórias do impressionismo" (Treviso): Entre os dias 1º de maio e 29 de outubro, Treviso recebeu a exposição "Histórias do impressionismo", que foi um sucesso. A mostra, realizada no museu Santa Caterina, recebeu 330 mil visitantes. A exposição celebrou os 20 anos de carreira do historiador de arte Marco Goldin e reuniu mais de 140 obras.

4º - "Labirintos do coração. Giorgione e as estações de sentimento entre Veneza e Roma" (Veneza e Roma): Com 273 mil visitantes, a exposição é a quarta colocada no ranking. Ela foi realizada em Veneza e Roma, sendo sucesso em ambas as cidades. A mostra ficou aberta ao público entre os dias 24 de junho e 17 de setembro, tendo mais de 80 obras de arte. Nela foi representada a história de ambas cidades, com quadros e esculturas de artistas italianos do século 16.

5º - "Esculturas de vidro e osso 1977-2017": Projetada por Jan Fabre, outra exposição feita em Veneza apareceu na lista. A mostra, que foi realizada entre os dias 13 de maio e 26 de novembro, recebeu pouco mais de 250 mil visitantes. As obras do artista belga foram pigmentadas com ossos pulverizados.

6º - "Keith Haring. Sobre arte" (Milão): No palácio Reale, em Milão, a exposição foi feita entre os dias 21 de fevereiro e 18 de junho, recebendo mais de 180 mil visitantes. A mostra apresentou ao público diversas obras do artista e ativista norte-americano Keith Haring.

7º - "Amor. A arte contemporânea encontra o amor" (Roma): Na sétima posição com 150 mil visitantes, a exposição foi realizada entre os dias 5 de março e 29 de setembro, sendo um sucesso na capital italiana. A mostra colocou em exposição obras com o tema amor, de diversas grandes artistas contemporâneos. 

8º - "Artemisia Gentileschi e seu tempo" (Roma): A exposição reuniu entre os dias 8 de maio e 30 de novembro, dezenas de obras da pintora italiana Artemisia Gentileschi. A mostra recebeu 127 mil visitantes e foi um sucesso no museu de Roma.

9º - "O museu efêmero da moda" (Florença): 112 mil pessoas foram visitar a exposição que teve como tema principal a história da moda. A mostra foi realizada entre os dias 13 de junho e 22 de outubro, no museu da Moda e no palácio Pitti, em Florença. 

10º - "Guercino em Piacenza" (Piacenza): Para fechar o top 10, o célebre artista Guercino teve suas obras expostas em Piacenza, entre os dias 4 de março e 4 de junho. A mostra recebeu cerca de 100 mil pessoas. 

Tags: agencia, ansa, cultura, internacional, italia

Compartilhe: