Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Cultura

Flup leva debate sobre representação das periferias ao Vidigal

Agência Brasil

O Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, sedia na tarde deste sábado (11) um debate sobre a representação das periferias no cinema. O debate reunirá o diretor francês Laurent Cantet e o escritor Paulo Lins, autor de Cidade de Deus, obra que foi adaptada no filme homônimo de Fernando Meirelles.

A discussão ocorrerá na segunda mesa da Festa Literária das Periferias (FLUP), que começou nesta sexta-feira e vai até o próximo dia 15. A programação prevê um debate sobre a "representação geralmente caricata" da periferia no cinema, questionando as particularidades que essas produções devem levar em conta.

O francês Laurent Cantet dirigiu o filme vencedor da Palma de Ouro Festival de Cannes em 2008. Entre os Muros da Escola aborda questões étnicas entre estudantes de uma escola nas periferias parisienses, durante um ano.

O escritor brasileiro é também roteirista e assinou o roteiro das séries Cidade dos Homens e Suburbia", na Rede Globo, e também dos longas Orfeu das Conceição e Quase Dois Irmãos.

A programação começa às 14h, com a atriz Natália Lage realizando uma leitura do texto Identidade - 15 minutos, uma adaptação do romance Identidade, de Felipe Franco Munhoz. O autor também participará do evento.

Às 14h15, o jornalista e cientista político Leonardo Sakamoto e o coordenador nacional de erradicação do trabalho escravo, Tiago Muniz Cavalcanti, discutem as diversas formas de exploração e exclusão dos jovens de periferias.

Neste sábado às 18h está previsto um slam de poesia, e, às 20h, o rap do brasiliense Gog encontrará o do Rockin' Squat, MC parisiense que possui uma discografia com mais de duas dezenas de álbuns.

Tags: cinema, flup, periferia, poesia, vidigal

Compartilhe: