Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Cultura

Zezé di Camargo disse que não houve ditadura militar no Brasil em entrevista

Jornal do Brasil

O cantor Zezé di Camargo, de 55 anos, falou que não houve ditadura militar no Brasil em entrevista à jornalista Leda Nagle, publicada em seu canal do Youtube na última segunda-feira (11). A declaração do cantor gerou repercussão nas redes sociais. "Nós não vivíamos numa Ditadura, era um militarismo vigiado", completou.

Zezé, que faz dupla com o irmão Luciano, continuou, explicando: “Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro e até hoje vive, Hungria, Coreia do Norte, China, esses são realmente ditadores. O Chile com o Pinochet. A Argentina também viveu isso. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto.”

"O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto", afirmou o cantor
"O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto", afirmou o cantor

O cantor começou dizendo que se considera politizado, mas não quer ser político, pois, segundo ele, não tem vocação. "Já tive convite para isso, já conversei com alguns políticos e eles ficaram impressionados com meu conhecimento político do Brasil", disse.

A entrevistadora espantada chegou a questionar o artista: "Nós tivemos muita gente presa, vários confrontos, tortura".

"Mas não chegou a ser tão violenta, tão sangrenta. Eu não quero jamais isso para o Brasil, mas eu acredito que, hoje, o Brasil precisa passar por uma depuração, até pensar no militarismo para reorganizar as coisas. Aí eles vão entregar de novo, 'pronto, limpamos a corja aqui'. Acho que o Brasil precisava passar por uma depuração dessa", respondeu.

Até as 15h30 desta terça-feira, o vídeo de 15 minutos foi visto cerca de 19 mil vezes.

Tags: brasil, ditadura, leda, polemica, redes, zeze

Compartilhe: