Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Cultura

MinC fará parceria com prefeitura de Niterói para projetos de audiovisual

Agência Brasil

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, se reuniu na última sexta-feira (18) com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, para definir ações para incluir a cidade, na região metropolitana do Rio, no cenário internacional do audiovisual. Uma delas das ações é transformar o município fluminense em local de superproduções a partir de 2018. Para isso, serão lançados editais de apoio e de desenvolvimento de audiovisual, eventos internacionais e estruturação e ativação de equipamentos culturais da cidade.

Segundo o ministério, os recursos para as iniciativas sairão da Agência Nacional do Cinema (Ancine), da Lei Rouanet, da Prefeitura de Niterói, do ICMS do governo do estado e da lei de incentivo municipal.

O ministro disse que a forma mais eficiente de o governo federal promover o desenvolvimento do país é fazer parceria com os estados e municípios. “Essa é uma diretriz da minha gestão no Ministério da Cultura”, afirmou Sá Leitão, no encontro ocorrido no Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

Sá Leitão ficou satisfeito com os entendimentos entre o MinC e a prefeitura. “Fiquei feliz com a disposição da cidade de Niterói em estabelecer parceria com o Ministério da Cultura para desenvolvermos um programa abrangente e consistente com diversas ações para o audiovisual”, ressaltou.

O ministro informou que a parceria deve incluir todos os elos da cadeia do audiovisual e destacou que a Niteroi já tem vocação para o setor, onde foi criado, por exemplo, um curso de cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF), que é uma referência no país.

Para o ministro, Niterói passar a ser um dos principais polos de audiovisual do Brasil é uma possibilidade. “Isso certamente terá um reflexo grande para o desenvolvimento, não só do setor audiovisual brasileiro, mas, sobretudo, da cidade, porque as atividades que compõem o campo da economia criativa – e o audiovisual é uma delas – têm um alto impacto sobre a geração de emprego e renda”, disse.

Na visão do secretário municipal de Cultura de Niterói, Marcos Gomes, o encontro com o ministro indica o reconhecimento da presença do município no cenário cultural, com reflexos no estado e no país. “Temos, além de ações efetivas, importante complexo de salas de exibição e todo um mercado. Uma parceria entre a prefeitura e o MinC vai potencializar ainda mais a atividade da cidade com a área cultural.”

Também participaram da reunião, o secretário municipal de Cultura, Marcos Gomes, o presidente da Fundação de Arte de Niterói, André Diniz, a subsecretária municipal das Culturas, Danielle Nigromonte, o subsecretário de Planejamento cultural, Daniel Damasceno, e o chefe da Representação Regional do Ministério da Cultura (MinC) no Rio de Janeiro e no Espírito Santo, José Haddad.

Tags: cultura, minc, ministério, niteroi, rio

Compartilhe: