Jornal do Brasil

Domingo, 30 de Abril de 2017

Cultura

'Que Legado' ocupa o Castelinho do Flamengo

Jornal do Brasil

Até 09 de abril o Castelinho do Flamengo será palco do “Que Legado”, evento cultural multidisciplinar que reúne centenas de artistas (e entusiastas da arte) em dezesseis dias de programação gratuita e mista, símbolo de um manifesto artístico proveniente de diversas áreas: exposição, cinema, artes visuais, dança, teatro, performances, literatura, sarau, música, psicanálise, cortejo musical, cursos, debates e também festa com DJ e bar.

As atrações acontecem de terça a domingo, simultaneamente nas salas, no térreo e na garagem no espaço cultural, entre 14h e 21h.

Idealizado por Natasha Corbelino e Breno Sanches, 'Que Legado' é um projeto que surgiu da vontade desses artistas de debater a situação crítica do setor cultural (e da cidade) do Rio de Janeiro e questionar o “legado” que a capital fluminense está amargando após sediar grandiosos eventos de notoriedade mundial. 

 O movimento busca fomentar não só a aliança entre os fazedores de cultura mas também inserir o espectador nesse diálogo, promovendo mesas de debates sobre micropolíticas, resistência artística, legado olímpico e mídia alternativas. A questão de gênero e o empoderamento feminino nas artes se faz presente através de ações como 'TransArt' – Talk Show GLBT com Dandara Vital, 'Mulheres de Tebas' – comédia que narra a história de um mulher trans que enriquece e decide patrocinar um bloco de carnaval, 'Trans\A' – show com o músico trans Kaique Theodoro, 'Anastácia' - canções que expressam a inquietação de ser mulher e negra, e 'Mulheral' - sarau com as poetas e performers Sheyla de Castilho e Letícia Brito . A favela será tema do curso 'Histórias Vivas - O histórico de resistência das favelas do Rio de Janeiro', dividida em quatro aulas ministradas aos sábados por diferentes profissionais.

O movimento busca fomentar  a aliança entre os fazedores de cultura e inserir o espectador nesse diálogo, promovendo mesas de debates sobre micropolíticas, resistência artística, legado olímpico e mídia alternativas
O movimento busca fomentar  a aliança entre os fazedores de cultura e inserir o espectador nesse diálogo, promovendo mesas de debates sobre micropolíticas, resistência artística, legado olímpico e mídia alternativas

O programa transcende o Castelinho e segue para o Aterro do Flamengo com os cortejos musicais do  'Bloco Filhos da Martins', 'Bagunço' e 'Minha luz é de Led', também aos sábados a partir das 21h. Na sala de audiovisual serão exibidos de terça a domingo curtas metragens, longas, documentários, ensaios fílmicos e vídeos que trazem em sua essência assuntos relacionados à cidade do Rio de Janeiro e sua diversidade cultural. Na sala de exposição, o público confere dentre outras obras o 'Museu das Remoções' e 'Procissão', que colocam a extinção da Vila Autódromo em xeque. 

Sem patrocínio e realizado com recursos próprios, o evento abriga ao todo seis encenações, dezoito performances, quatro shows + três blocos, cinco exposições, mais de setenta longas, curtas e vídeo arte, quatro mesas de debates, um curso sobre a resistência nas favelas, um Ciclo Arte, Literatura e Psicanálise, um Ato - Psicanálise em Movimento, vinte e sete vídeos pílulas e três cortejos musicais, em um total de duzentos e trinta e sete profissionais envolvidos.

'Que Legado' atuará também na internet através da publicação diária de vídeos pílulas sobre o evento, no perfil www.facebook.com/quelegado, onde é possível acessar a programação completa.

Serviço: 'Que Legado'

Local: Castelinho do Flamengo (C C Oduvaldo Vianna Filho) - Praia do Flamengo  158

Data: Até 9 de abril, de terça a domingo das 14h às 21h

Entrada: Franca (Para as encenações e shows distribuição de senhas a partir das 18h, de quinta a domingo). Para as performances, exposições no térreo, debates, Ciclo e sala de audiovisual, trânsito livre das 14h às 20h30. Sujeito à lotação das salas).

Classificação indicativa: 14 anos

Programação: www.facebook.com/quelegado

Tags: bloco, debates, eventos esportivos, herança, manifesto, performance, show

Compartilhe: