Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Cultura

Após 4 anos em coma, morre roqueiro argentino Gustavo Cerati

Ex Soda Stereo sofreu parada cardiorrespiratória nesta quinta-feira (

Portal Terra

Morreu em Buenos Aires, nesta quinta-feira (4), o roqueiro Gustavo Cerati, aos 55 anos. Cerati estava internado desde 2010, quando sofreu um acidente vascular cerebral. O cantor foi vítima de uma parada cardiorrespiratória e teve morte confirmada às 12h. 

"Comunicamos que hoje de manhã faleceu o paciente Gustavo Cerati como consequência de uma parada respiratória", disse o comunicado oficial, assinado pelo médico que cuidava do músico, Gustavo Barbalace. O velório, de acordo com a família, começará às 21h, horário local, nesta quinta, em um cemitério na capital argentina. 

Gustavo Cerati é um dos grandes nomes do rock argentino em todos os tempos. Ao lado de Zeta Bosio (baixo) e Charly Alberti (bateria), formou a banda Soda Stereo, referência do estilo no país e trio de grande sucesso nos anos 1980. 

Pelo conjunto, lançou nove discos: Soda Stereo (1983), Nada Personal (1985), Signos (1986), Doble Vida (1988), Canción Animal (1990), Dynamo (1992), Zona de Promesas (1994), Sueño Stereo (1995) e Comfort y Música Para Volar (1996). Cerati deixa dois filhos. 

Tags: argentino, banda, coma, morte, músico

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.