Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Cultura

Dorina volta ao Rival para o show "Salve Aracy"

O show especial é parte da comemoração dos 80 anos do Teatro Rival

Jornal do Brasil

A cantora Dorina e o Conjunto Época de Ouro têm um encontro marcado para o dia 26 de agosto, terça-feira, às 19:30, no palco do Teatro Rival, um dos mais charmosos e tradicionais espaços de música ao vivo do Rio de Janeiro, onde, juntos, comemorarão o ano do centenário de Aracy de Almeida e 1950 anos do grupo, fundado na década de 1960 por Jacob do Bandolim.

 O repertório do show terá por base canções de artistas como Noel Rosa, Ary Barroso, Wilson Batista, Assis Valente, Custódio Mesquita, Antônio Maria e Haroldo Lobo: são músicas que marcaram a carreira de Aracy e, agora, ganham nova cor na voz da sambista carioca e nos arranjos dos tarimbados instrumentistas.

"A homenagem a Aracy é mais do que merecida. Amiga de Noel Rosa e César Ladeira, que lhe deu o apelido de 'O Samba em Pessoa', ela foi, sem dúvida, uma de nossas grandes intérpretes, principalmente entre os anos 1930 e 1960", conta Dorina, atualmente, em turnê com o show Sambas de Luiz, tributo a seu eterno parceiro, o sambista Luiz Carlos da Vila.

"Na mesma noite, ainda teremos a oportunidade de ouvir as interpretações instrumentais do Época [de Ouro] para temas de Jacob [do Bandolim], Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Waldir Azevedo", completa a cantora, referindo-se ao set instrumental que será executado pelo conjunto no show, dirigido e roteirizado por Marcus Fernando e ambientado cenicamente por Mello Menezes.

O Época de Ouro é formado, hoje, por Jorginho do Pandeiro (direção musical), Jorge Filho (cavaquinho), Ronaldo do Bandolim (bandolim), Antônio Rocha (Flauta), Toni Sete Cordas (violão de 7 cordas) e André Belieni (violão).

 

Tags: cultura, dorina, música, Rio de Janeiro, teatro rival

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.