Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Cultura

Quadros de 1.400 são roubados de castelo em Milão

Obras pertencem a um artista anônimo italiano

Agência ANSA

Três quadros de um pintor anônimo do ano 1.400 foram roubados ontem (23) da pinacoteca do Castelo Sforzesco, em Milão, na Itália.    

Os quadros, com dimensões de 25 cm x 25 cm, retratavam rostos masculinos e pertenciam a um artista italiano. As obras são propriedade da Prefeitura e estavam expostas em uma das salas do complexo cultural. Um segurança percebeu por volta das 15h de ontem que os quadros haviam desaparecido do local onde ficavam expostos. 

Mas a direção da pinacoteca só acionou a polícia por volta das 20h. Os agentes não puderam fazer nada além de registrar a ocorrência de furto. As câmeras de segurança do museu não conseguiram gravar o momento do crime, já que as paredes em que os quadros estavam pendurados ficavam fora do ângulo do equipamento.

Tags: castelo, itália, milão, quadros, sforzesco

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.