Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

Cultura

Próximo final de semana com mulheres regendo orquestras do Rio

OSB e Orquestra Sinfônica Nacional da UFF fazem apresentações na quinta (7) e no domingo (10)

Jornal do Brasil

A Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) se apresentará na próxima quinta-feira (7), às 20h, no Teatro Municipal. Regendo a orquestra estará a mexicana Alondra de La Parra, com um programa com músicas de Carlos Chavez, Gabriel Fauré, Arturo Márquez e Sergei Prokofiev. Os ingressos custam a partir de R$20. 

Já a Orquestra Sinfônica Nacional da UFF fará apresentação no Cine Arte UFF, no próximo domingo (10), às 10:30h. Quem rege os músicos é a brasileira  Simone Menezes. A apresentação contará com músicas de  Maurice Ravel, Claude Debussy, Guerra-Peixe, Jayme Vignoli e estréia o concerto de bandolim e cordas de H.D. Korenchendler com o solista Marcilio Lopes. A entrada é gratuita. 

Belas com a batuta...

Regendo a OSB estará a mexicana Alondra de La Parra
Regendo a OSB estará a mexicana Alondra de La Parra

Como em outras áreas da música, na regência a presença das mulheres sempre foi minoria. Mas, se no caso dos instrumentos elas têm ganhado espaço já há algum tempo, a presença feminina no comando de uma orquestra ainda é artigo mais raro. Dentre as poucas exceções a esta regra, estão duas latinas, a mexicana Alondra de La Parra e a brasileira Simone Menezes. E curiosamente, esta semana os cariocas poderão acompanhar estas duas belas maestrinas com a batuta na mão.

 A frente da Orquestra Sinfônica Brasileira, estará a Mexicana Alondra de La Parra. Natural de Nova York, e criada no México, foi logo na adolescência que Alondra descobriu a regência, e com 16 anos se mudou para Londres, onde começou seus estudos na área. Nascida de família abastada, Alondra sempre recebeu o apoio de seu pai, que fundou em Nova York a Orquestra Filarmônica das Américas. A ideia era criar uma orquestra que serviria como plataforma para mostrar jovens intérpretes e compositores das Américas, dando a essa música um lugar de destaque no repertório orquestral padrão. Infelizmente, por falta de incentivo do governo, a Orquestra teve suas atividades suspensas em2011.

Alondra foi a primeira mulher mexicana a reger uma orquestra em Nova York, e se tornou embaixadora oficial da cultura e do turismo mexicanos nos Estados Unidos. Sobre o fato de ser mulher, em um ambiente controlado tradicionalmente por homens, Alondra diz não sentir hostilidades quando trabalha no México, mas salienta as dificuldades que tem para inspirar a

 A Orquestra Sinfônica Nacional UFF, recebe a brasileira Simone Menezes na abertura de sua temporada. Natural de Brasilía e criada em Campinas, estudou em Paris e Londres, se especializou em música contemporânea como residente na Casa da Musica em Portugal, dirigiu orquestras na America Latina, Brasil, França, Portugal e Leste Europeu. Tem trabalhado com nomes como Marin Alsop, Paavo Jarvi, Thomas Adés, entre outros. 

Simone Menezes à frente da OSN da UFF
Simone Menezes à frente da OSN da UFF

Recentemente foi finalista do concurso para regente assistente da Orchestre de Paris. Se dedica à música brasileira e à música contemporânea tendo já estreado mais de 20 obras. Quando indagada se sente dificuldades pelo fato de ser mulher, Simone salienta que sente sim, mas que com um trabalho muito sério e de muita qualidade, estas diferenças podem ser minimizadas. Diante das dificuldades a música contemporânea foi um caminho interessante de inserção no mercado, pois via de regra, os compositores e o público não estão muito preocupados com seu gênero, eles querem é uma música excelente.

 O Cine Arte UFF localiza-se na Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói - RJ. A entrada é gratuita. Para mais informações:  21 26295255

Já o Teatro Municipal localiza-se na Praca Marechal Floriano S/N - Centro (Cinelândia). Para mais informações sobre os preços:  21 25058383

Tags: apresentação, mulheres, orquestra sinfônica, osb, uff

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.