Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Cultura

Após discurso anti-guerra, Vedder canta 'Imagine' em show

Portal Terra

Eddie Vedder ganhou destaque na última semana após fazer um discurso de protesto contra a invasão por terra do exército israelense à Faixa de Gaza. Na ocasião, o líder do Pearl Jam foi criticado por muitos de seus fãs que vivem em Israel e, mesmo assim, reforçou sua opinião em um depoimento publicado no site oficial de sua banda. Agora, dias depois, Vedder, durante um show solo em Portugal, na última sexta-feira (18), resolveu cantar, pela primeira vez, a canção Imagine, eternizada como um hino anti-guerra por John Lennon. 

Antes da performance, Vedder manifestou preocupação pelas pessoas que interpretaram que seu discurso evidenciava uma escolha de lado dele no conflito, mesmo que o cantor não tenha citado nenhum dos países em suas palavras. "Se você está contra uma guerra, não significa que está escolhendo um lado ao invés de outro no conflito. Então, essa próxima música, eu sempre acreditei que, provavelmente, fosse a canção mais poderosa já escrita... E por isso nunca a toquei. Sinto que temos de ter uma razão para tocá-la. Se vocês (público) quiserem se juntar a mim e usar suas vozes, ou acender seus isqueiros, devem haver algumas pessoas lá foram que precisam saber que não estão sozinhas", finalizou. 

Ex-baixista do Nirvana agradece Vedder por discurso de paz

Krist Novoselic, ex-Nirvana, defendeu as declarações de Eddie e o agradeceu por "falar em prol da paz no mundo". Através de um post em seu blog, postado neste domingo (20), Novoselic classificou a relação entre israelenses e palestinos como um "desastre". 

"Não sei quantas vezes eu ouvi as mesmas justificativas e desculpas (para os conflitos), e não significam nada, há uma catástrofe contínua entre esses dois povos", disse, antes de continuar: "as pessoas estão se conectando e compartilhando cultura como nunca. Em contraste a este grande acontecimento, Israel está construindo muros em fronteiras enquanto a Palestina atira foguetes contra eles". 

Após criticar a situação, Novoselic se solidarizou com as vítimas do conflito. "As pessoas de Israel e Palestina merecem paz e prosperidade. Está na hora de pararem de reproduzir os mesmos argumentos e discursos de ódio. Há babacas nos dois lados que deveriam ser criticados, e não um cantor de uma banda de rock. Obrigado, Eddie, por compartilhar meus sentimentos. Estou do seu lado, meu amigo!", finalizou. 

Tags: eddie vedder, faixa de gaza, john lennon, krist novoselic, nirvana, pearl jam

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.