Jornal do Brasil

Segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Cultura

Aniversário de 105 anos do Theatro Municipal do Rio tem programação gratuita

Agência Brasil

Tradição no calendário cultural do Rio de Janeiro, o aniversário do Theatro Municipal será comemorado, mais uma vez, com um dia inteiro de programação grátis. A festa de hoje (14) para celebrar os 105 anos da casa reúne diversas apresentações. Subirão ao palco bailarinos, integrantes do coro e da orquestra sinfônica do próprio teatro, além de alunos da escola de dança mantida pelo Municipal, de um coral infantil e de uma orquestra formada por crianças e jovens das comunidades pacificadas cariocas.

O programa será aberto às 10h, no foyer do Theatro Municipal, com o concerto do Coral Infantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apresentando canções folclóricas e composições de Mary Lynn Lightfoot, Donald Moore, Jayme Ovalle e Edmundo Villani-Côrtes, sob a regência da maestrina Maria José Chevitarese. Criado em 1989, o coral infantil já fez mais de 300 apresentações.

Às 11h, os alunos da Escola de Dança, Artes e Técnicas do Theatro Municipal Maria Olenewa sobem ao palco  para apresentar números coletivos e três coreografias assinadas por Dalal Achcar, entre elas, Pas de Trois de Mirlitons, o balé O Quebra-Nozes, com música de autoria Tchaikovsky.

No início da tarde, às 13h, os solistas do coro do Theatro Municipal vão apresentar um recital com 11 trechos da ópera As Bodas de Fígaro, de Wolfgang Amadeus Mozart. A atração já fez parte do projeto Ópera do Meio-Dia, que oferece espetáculos encenados na hora do almoço, a preços populares.

Duas horas mais tarde, a Orquestra Infantojuvenil das Comunidades Pacificadas sobe ao palco para apresentar um repertório variado, sob a regência do maestro Juliano Dutra. Serão interpretadas, composições de Beethoven, Dvorak, Tchaikovsky, Heitor Villa-Lobos e sucessos do cinema, como Over the Rainbow, de Harold Arlen, e a suíte de West Side Story, de Leonard Bernstein.

Fundada em 2010, a orquestra é integrada por 70 crianças e adolescentes de oito comunidades que receberam unidades de Polícia Pacificadora (UPPs): Santa Marta, Babilônia, Chapéu Mangueira, Cantagalo, Pavão-Pavãozinho, Complexo do Alemão, Complexo da Tijuca e Cidade de Deus.

Às 17h, o Coro e o Conjunto de Percussão da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal apresentam um concerto com a cantata Catulli Carmina, de Carl Orff, sob a regência do maestro Jésus Figueiredo. A obra integra a trilogia composta por Orff da qual faz parte Carmina Burana.

Para o regente titular da orquestra e diretor artístico interino do Municipal, maestro Silvio Viegas, a comemoração do aniversário é uma grande oportunidade para as pessoas que não fazem parte do público habitual do Theatro Municipal. “Esta festa democratiza a cultura e o trabalhado realizado aqui. Estou no Municipal desde 2008 e a reação do público é sempre positiva.”

A programação termina às 20h, quando o público assistirá a um clássico do repertório da dança, La Bayadère, obra que teve sua estreia mundial em 1877 em São Petersburgo, na Rússia. O espetáculo é ambientado na Índia e conta a história de um amor impossível.

O Theatro Municipal fica na Praça Floriano, na Cinelândia, centro do Rio.

Tags: aniversário, celebração, música, orquestra, theatro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.