Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Cultura

A Crise dos Vinte e Poucos Anos estreia no Sesc Casa da Gávea, nesta sexta

Jornal do Brasil

Marco é um jovem de 20 e poucos anos em plena crise de Peter Pan que se depara com questões sociais e obrigações impostas para sua idade e vê-se o dilema: crescer ou não? Esse é o fio condutor da comédia “A crise dos 20 e poucos anos” que estreia, nesta sexta-feira (13 de junho), no Sesc Casa da Gávea. Com direção de Cleiton Rasga e texto de Firmino Cortada, a peça trata com humor ácido e ironia o fim da adolescência e a entrada na vida adulta a partir de temas como complexo de Édipo, narcisismo e imaturidade. No elenco Álvaro Pilares, Firmino Cortada e Jéssica Menkel.

A comédia aborda as crises e questões sociais no fim da adolescência 
A comédia aborda as crises e questões sociais no fim da adolescência 

A obrigação de sair de casa; a descoberta de que seu diploma de faculdade não vale muita coisa; a pressão por ser bem sucedido; as responsabilidades da vida adulta e o desejo de ter de volta as festas e farras dos tempos de estudante. A peça “A crise dos 20 e poucos anos” apresenta as inquietações de Marco e de toda uma geração dos vinte e poucos anos.

O personagem central é acompanhado por Silvia e Heleno. Silvia é seu lado que não amadureceu; já Heleno é o psicanalista, a voz adulta. No texto Marco, Heleno e Silvia transitam entre dois planos: a realidade e o inconsciente, justamente para exemplificar a confusão que acontece na cabeça do jovem que está nessa fase.

A peça dialoga com a dramaturgia “In your face” surgida na década de 1990 na Inglaterra, e que teve o crítico britânico Aleks Sierz como um dos principais divulgadores. A técnica apresenta os personagens e suas questões de forma direta, curta e grossa, chocante e expondo o confronto no palco como meio de envolver e afetar seu público.

É assim com humor ácido e ironia que Marco coloca em questão temas como preconceito, bullying, complexo de Édipo, síndrome de Scarlett, narcisismo, homossexualidade, minorias sociais, materialismo e imaturidade. Imerso entre tantos questionamentos, Marco transita entre Silvia e Heleno, ou seja, divaga com sua própria mente rumo à maturidade. No meio dessa confusão Silvia conhece Heleno; eles debatem e brigam até que um dos dois ganha. Quem? A maturidade ou a eterna crise dos 20 e poucos anos?

Serviço:

A crise dos 20 e poucos anos

Data: 13 de junho a 03 de agosto

Local: Sesc Casa da Gávea. Praça Santos Dumont, 116 - sobrado, Gávea, Rio de Janeiro

Horário: sexta a domingo às 21h

Classificação etária: 12 anos

Preços: R$40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia-entrada)

Funcionamento da Bilheteria: seg a sexta de 15h às 19h; sábado de 17h 30 às 21h e domingo de 17h 30 às 20h

Tags: adolescência, comédia, peça, questões, sociais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.