Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Cultura

Rio deve atrair o maior número de turistas durante a Copa

Agência Brasil

Porta de entrada de muitos dos visitantes do Brasil, a cidade do Rio de Janeiro deve receber durante a Copa do Mundo cerca de 550 mil turistas. Desse total, 89 mil devem vir do exterior, segundo o Ministério do Turismo. De acordo com a expectativa do governo federal, o Rio de Janeiro será a cidade-sede que concentrará o maior número de visitantes durante o Mundial.

A Cidade Maravilhosa, como a capital fluminense é tratada pelos cariocas e conhecida internacionalmente, tem numerosas atrações a oferecer aos turistas, desde opções culturais e gastronômicas a alternativas naturais como praias, rios, cachoeiras e até florestas, como o Parque Nacional da Tijuca.

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih-RJ) prevê ocupação média de 90% na capital, durante toda a Copa do Mundo. Para o presidente da entidade, Alfredo Lopes, a situação do Rio de Janeiro é privilegiada em relação às outras cidades-sede. “Nós, praticamente, não tivemos devoluções de diárias. As pessoas devem passar aqui antes ou depois da Copa do Mundo, além daquelas que vão ver os jogos”, disse.

Segundo ele, também haverá reflexo positivo nas cidades do interior próximas à capital, como Mangaratiba, Petrópolis e Teresópolis, que deverão ter incremento na ocupação e também devem chegar na faixa de 80% a 90% de quartos cheios.

O presidente da Abih-Rio informou que houve um aumento de 6,9 mil quartos em relação ao balanço de 2009.

Até as Olimpíadas de 2016, a associação estima que haverá uma expansão de 48% da rede hoteleira instalada na cidade do Rio de Janeiro. “Isso vai equalizar as diárias, vai haver maior equilíbrio nos preços praticados.”

A Empresa Municipal de Turismo do Rio de Janeiro (Riotur) disse que a cidade está preparada e bem sinalizada para receber os turistas. A sinalização obedece ao mesmo modelo adotado nos dois grandes eventos ocorridos no ano passado, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Cerca de 3,7 mil peças – entre 'blimps' (balões flutuantes), placas, adesivos, mobiliário urbano, entre outros – foram colocadas na cidade para ajudar estrangeiros e brasileiros a se locomover na capital fluminense.

A cidade conta com 15 postos fixos de atendimento aos turistas. Para a Copa, serão instalados mais três centros de atendimento. Um deles funcionará no Centro Internacional de Transmissão (da sigla em inglês IBC) da Copa de 2014, no Riocentro, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, e dois no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, um no entorno da arena e o outro na área interna.

Cento e cinquenta agentes bilíngues da Riotur trabalharão durante a Copa no entorno do Maracanã, para dar informações aos turistas e esclarecer dúvidas. O serviço conta ainda com a colaboração de 1,5 mil voluntários do Ministério do Esporte.

Tags: agentes, bilíngues, brasil, Copa, riotur, visitantes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.