Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Cultura

'A Falecida', obra de Nelson Rodrigues por R$10 no Rio

A peça fica em cartaz numa curtíssima temporada de três dias

Jornal do Brasil

O espetáculo A Falecida, clássico de Nelson Rodrigues estreia na próxima sexta-feira (13) no Teatro Carlos Gomes, no centro do Rio de Janeiro. A curta temporada acontece nos dias 13, 14 e 15 de junho, com ingressos a R$5 a meia entrada e R$10 a inteira. 

Em “A Falecida”, a começar pelo casal protagonista Zulmira e Tuninho, assistimos a um cortejo de tipos populares e simplórios. E um mistério, que irá se esclarecer durante a peça, em torno do amor e da morte.

O projeto idealizado pelo Círculo Teatro (primeira e única Cia de repertório especializada no estudo e encenação da obra rodriguiana) e Lucélia Santos, tem como principal objetivo apresentar ao maior número possível de espectadores, brasileiros e convidados internacionais que estarão no Brasil para a ocasião da Copa, a expressão mais genuína de um dos maiores apaixonados por futebol de todos os tempos, Nelson Rodrigues, considerado o maior escritor de teatro brasileiro, em uma de suas obras primas, A Falecida.

 “Queremos aproveitar toda a movimentação causada pela Copa do Mundo no Brasil para levar ao grande público, importantes referências culturais brasileiras, oportunizando a circulação de um grande espetáculo nos parece primordial. Entendemos que este é o momento de provar aos brasileiros e mostrar aos estrangeiros que aqui estiverem, a força da nossa arte e da nossa dramaturgia", diz Lucélia.  

Além de Lucélia Santos, que encabeça o elenco ao lado dos grandes atores Eduardo Silva e Walter Breda, a peça dirigida por Marco Antônio Braz, conta ainda com a participação dos atores da Cia Paulista de Artes. A peça tem cenografia de J.C Serroni, figurinos de Telumi Helen e Iluminação de Wagner Freire.

 O Teatro Carlos Gomes localiza-se na  Rua Pedro I, 4 – Centro. As apresentações acontecem sexta e sábado às 19h e domingo às 18h. 

Tags: a falecida, nelson rodrigues, peça, Rio, teatro, teatro carlos gomes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.