Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Cultura

Ancine anuncia vencedores de coprodução com Argentina e Uruguai

Agência Brasil

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) anunciou hoje (6) os projetos vencedores dos editais de coprodução com a Argentina e o Uruguai. Foram selecionados seis projetos cinematográficos, que receberão o equivalente a US$ 1,3 milhão em apoio à produção. As duas comissões binacionais de seleção foram integradas pela Ancine e pelos órgãos similares da Argentina, Instituto Nacional de Cine Y Artes Audiovisuales, e do Uruguai, Instituto del Cine y Audiovisual del Uruguay.

Na parceria com a Argentina, os vencedores com coprodução majoritária brasileira foram Jango – Como Matar um Presidente, de Roberto Farias, e O Fantasista, de Roberto Studart. Já entre os projetos de coprodução majoritária argentina foram selecionados La Patota (A Turma), de Santiago Mitre, e Zama, de Lucrecia Martel. Ao todo, foram 20 os projetos concorrentes ao prêmio de US$ 1 milhão.

No concurso com o Uruguai, cinco projetos disputaram o prêmio de US$ 300 mil. Os vencedores foram Faces da Alma, de Vinicius Coimbra, coprodução majoritária brasileira, e Menino Janela também Queria Ter um Submarino”, de Alex Piperno, projeto majoritariamente uruguaio.

Para o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel, os dois editais foram decisivos no aumento do intercâmbio entre produtores, artistas e profissionais, em geral, do cinema brasileiro com os colegas dos países vizinhos. Este foi o quarto ano consecutivo em que a Ancine organizou os concursos em parceria com as entidades da Argentina e do Uruguai. 

Tags: agência, Argentina, cinema, nacional, premiação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.