Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Cultura

Chick Corea, Trilok Gurtu e Jordi Savall  confirmados na 11ª edição do MIMO

Músicos se apresentarão em Ouro Preto (agosto) e Olinda (setembro)

Jornal do Brasil

Grandes nomes da música instrumental mundial, o pianista e compositor americano Chick Corea, com seu novo grupo The Vigil; o catalão Jordi Savall, mestre da música antiga, e o percussionista e compositor indiano Trilok Gurtu estão confirmados na programação da 11ª edição do MIMO, que será realizado nas cidades de Ouro Preto (MG, de 29 a 31 de agosto), Olinda (PE, de 4 a 7 de setembro), Paraty (RJ, de 10 a 12 de outubro) e, pela primeira vez, em Tiradentes (MG, de 17 a 19 de outubro) com programação totalmente gratuita.

Os artistas se apresentam em Ouro Preto e Olinda, e se juntam a um time de grandes personalidades que já passaram pelos palcos em outras edições do evento, como Herbie Hancock, Buena Vista Social Club, Phillip Glass, Madredeus, Chucho Valdés, Egberto Gismonti, entre muitos outros.

“Nosso objetivo é pluralidade e qualidade. Procuramos sempre trazer os melhores nomes da música instrumental do mundo para se apresentar no país de forma gratuita e, assim, realizar um trabalho de fomento e formação de plateia. Chick Corea, Jordi Savall e Trilok Gurtu são três músicos brilhantes que temos o prazer de receber em nossa 11ª edição”, comemora a diretora artística do evento, Lu Araújo.

>>Prêmio MIMO Instrumental vai revelar novos talentos da música brasileira

Considerado um dos mais influentes pianistas de jazz da atualidade, Armando Anthony "Chick" Corea  vai se apresentar nos dias 29 de agosto, em Ouro Preto, e  4 de setembro em Olinda. Sua reputação na linha de frente do jazz se formou durante a criação do movimento electric fusion, quando era membro da banda de Miles Davis, na década de 1960. Consagrou-se internacionalmente por seu trabalho pioneiro com o jazz fusion na década de 1970, quando fundou o grupo Return to Forever.

Chick Corea é atração confirmada na 11ª edição do MIMO.
Chick Corea é atração confirmada na 11ª edição do MIMO.

No MIMO, Chick Corea & The Vigil vão apresentar peças do elogiado álbum ‘The Vigil’, lançado em agosto de 2013.  “São muitas as transformações culturais, desde a tecnologia que envolve a música até a forma como a música é comercializada... Mesmo com todas essas transformações, uma coisa permanece inalterada: a preciosa comunicação entre o artista e o público. Para mim, é o que deve ser preservado. Nesta banda, eu tenho muitos jovens e brilhantes músicos com os quais eu pretendo aprender”, conta Corea. “Estou ansioso para tocar no MIMO pela possibilidade de apresentar um show gratuito. Assim, todos que quiserem podem assistir, não ficamos limitados a um determinado tipo de público. Vamos apresentar o repertório de ‘The Vigil’, entre outras composições que vamos decidir conforme o decorrer dos ensaios”.

Com apresentações nos dias 31 de agosto em Ouro Preto e 5 de setembro em Olinda, ao lado de seu quarteto, o premiado percussionista e compositor indiano Trilok Gurtu conta que tem uma ligação estreita com a cultura brasileira, e já tocou com músicos como Naná Vasconcelos, Hermeto Pascoal e Gilberto Gil. “Quero apresentar no MIMO composições autorais”, adianta Gurtu. “O Brasil é um dos países que mais me influenciaram, por conta da cultura afro-brasileira. Especialmente a música vinda do Nordeste e, especificamente, do Recife. Eu não tenho ideia de como me aproximei tanto da musica brasileira. Eu sempre estive perto da música africana, mesmo sendo proveniente da Índia. O primeiro músico brasileiro que eu conheci não era do samba, da batucada e sim do maracatu. Era Naná Vasconcelos. E, desde, então, sempre tocamos juntos, mesmo sem trocar uma palavra”.

O maestro, músico, compositor e pesquisador catalão Jordi Savall vai oferecer seu esperado concerto no MIMO Olinda, no dia 5 de setembro.  Considerado um dos maiores nomes da música antiga, o artista, há mais de 40 anos, dedica-se à viola da gamba, um instrumento antigo quase esquecido. Especializou-se em música da Idade Média até o Barroco, com o objetivo de defender a importância da música antiga da Península Ibérica, tendo já recuperado e reconstruído inúmeros manuscritos de origens mourisca, turca, grega e espanhola. Fazendo em média 140 concertos anuais mundo afora, Savall lançou mais de duas centenas de discos e recebeu inúmeros prêmios.

Para saber mais sobre o festival e a programação: http://www.mimo.art.br/

Tags: atração internacional, festival, mimo, música instrumental, programação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.