Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Cultura

Poeta Maya Angelou morre aos 86 anos nos EUA

Ela ficou conhecida por seu ativismo pela igualdade racial

Agência ANSA

A escritora e poeta norte-americana Maya Angelou morreu aos 86 anos de idade, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, informaram fontes locais nesta quarta-feira (28).

A causa da morte não foi divulgada. Mas, na última segunda-feira, em seu perfil no Facebook, a artista escreveu que teve um problema de saúde.

"Uma inesperada emergência médica me causou grande desapontamento por ter de cancelar minha visita ao jogo comemorativo pelos Direitos Civis da Major League Baseball. Estou muito orgulhosa de ter sido escolhida como homenageada. No entanto, os médicos me disseram que não seria aconselhável viajar naquele momento. Meu obrigado a Robin Roberts por falar por mim e e obrigado a vocês por todas as suas orações. Estou melhor a cada dia", escreveu.

Amiga de Martin Luther King Jr. e Malcolm X, a poeta ficou mundialmente conhecida pelo seu ativismo pela igualdade racial. Seu livro autobiográfico "I know why the caged bird sings" (1969) foi um best-seller nos EUA. Na obra, ela relata o estupro que sofreu pelo namorado da mãe, aos sete anos de idade, e o trauma que a deixou cinco anos sem falar após o estuprador ser morto por seus familiares. Aos 17 anos, ela se tornou a primeira motorista negra de São Francisco.

Maya Angelou nasceu em St. Louis, Missouri. Ela foi escolhida por Bill Clinton para ler em sua primeira cerimônia de posse, em 1993. Admirada por diversos músicos, Maya leu um poema chamado "We had him" no funeral de Michael Jackson, em 2009. (ANSA)

Tags: escritora, estados, maya, morte, unidos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.