Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Cultura

Caixa Cultural Rio exibe filmografia de Ermanno Olmi

Entre as raridades, está a versão restaurada do primeiro longa-metragem do realizador

Jornal do Brasil

A Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 20 de maio a 1º de junho, a mostra “O Cinema de Ermanno Olmi”, que exibirá 12 produções do diretor italiano, incluindo os principais filmes de sua carreira: O PostoA Árvore dos Tamancos (Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1978) e A Lenda do Santo Beberrão (Leão de Ouro no Festival de Veneza, em 1988). A programação inclui ainda um documentário feito por alunos da escola de cinema fundada pelo cineasta e um debate, no dia 24, sobre a cinegrafia influenciada pelo neorrealismo.

Cinegrafia de Olmi é fortemente influenciada pelo neorrealismo
Cinegrafia de Olmi é fortemente influenciada pelo neorrealismo

Entre as raridades da mostra, está uma versão em película, restaurada pela Cinemateca de Bolonha, do primeiro longa-metragem do realizador, O Tempo Parou (Il tempo si è fermato, 1959). Este longa reúne algumas das características marcantes que acompanham a carreira de Ermanno: o trabalho com atores não profissionais; as locações no Norte da Itália (onde Olmi nasceu e vive até hoje); o flerte com a linguagem documental ao retratar o cotidiano de seus personagens; e o interesse em filmar pessoas simples.

Também em cópias restauradas, serão exibidos O Posto (Il Posto, 1961), frequentemente citado como obra maior da filmografia italiana de todos os tempos e Os Escavadores (Il Recuperanti, 1969). Também figura como destaque na carreira do cineasta, A Árvore dos Tamancos (L’albero degli zuccoli, 1978).

Além dos títulos já mencionados, “O Cinema de Ermanno Olmi” exibirá os longas Cammina Cammina (1963), Os noivos (I fidanzati, 1963), A Circunstância (La Circostanza, 1974), O segredo do bosque velho (Il segreto del bosco vecchio, 1993), O mestre das armas (Il mestiere dele armi, 2001) e Terra Mãe (Terra madre, 2009). Este último, realizado em parceria com o movimento Slow Food, é um documentário sobre as edições de 2006 e 2008 do Fórum Internacional Terra Madre, evento bienal que reúne em Turim milhares de agricultores com o objetivo de promover uma cadeia alimentar mais sustentável.

O panorama da mostra também exibirá o documentário Osolemio (2004), desenvolvido por alunos do grupo ipotesICinema, escola de cinema criada por Olmi em 1982.

Debate

No dia 24 de maio (sábado), será realizado um debate com a presença de Hernani Heffner, conservador-chefe da Cinemateca do MAM, e de Luís Alberto Rocha Melo, cineasta e professor adjunto do Curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Artes e Design da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora).

Programação:

20/05/2014 – terça-feira

17h – O Tempo parou (Il Tempo si è fermato, 1958, P&B, 90’, 35mm, 16 anos)

19h – O Posto (Il Posto, 1961, P&B, 105’, 35mm, 16 anos)

21/05/2014 – quarta-feira

17h – Os Recuperadores (I Recuperanti, 1969, cor, 98’,35mm, 16 anos)

19h - A Circunstância (La Circostanza, 1974, P&B, 92’, 35mm, 16 anos)

22/05/2014 – quinta-feira

17h – Terra mãe (Terra madre, 2009, cor, 79’, 35mm, 16 anos)

19h – O Mestre das armas (Il Mestiere delle armi, 2001, cor, 105’, 35mm, 16 anos)

Ganhador da Palma de Ouro e Prêmio Ecumênico de Cannes em 1978, "A Árvore dos tamancos" conta história de um menino que quebra um de seus tamancos e seu pai decide cortar uma árvore para fazer um novo sapato
Ganhador da Palma de Ouro e Prêmio Ecumênico de Cannes em 1978, "A Árvore dos tamancos" conta história de um menino que quebra um de seus tamancos e seu pai decide cortar uma árvore para fazer um novo sapato

23/05/2014 – sexta-feira

15h30– A Árvore dos tamancos (L'Albero degli zoccoli, 1978, cor, 176’, 35mm, 16 anos)

18h45 - La Cotta (1967, P&B, 49’, DVD, 16 anos) + Os noivos (I Fidanzati, 1962, P&B, 77’, 35mm, 16 anos)

24/05/2014 – sábado

14h30 – A Lenda do santo beberrão (La leggenda del santo bevitore, 1988, cor, 134’, 35mm, 16 anos)

17h – O Posto(Il posto, 1961, P&B, 105’, 35mm, 16 anos)

19h – Debate sobre a obra de Ermanno Olmi com os pesquisadores Hernani Heffner e Luiz Alberto Rocha Melo

25/05/2014 – domingo

13h30 – A Circunstância (La Circostanza, 1974, P&B, 92’, 35mm, 16 anos)

15h30 – Cammina cammina(1983, cor, 175’, 35mm, 16 anos)

18h45 – O Segredo do bosque velho (Il Segreto del bosco vecchio, 1993, cor, 134’, 35mm, 16 anos)

27/05/2014 – terça-feira

17h – Terra mãe (Terra madre, 2009, cor, 79’, 35mm, 16 anos)

19h – Os Recuperadores (I Recuperanti, 1969, cor, 98’, 35mm, 16 anos)

28/05/2014 – quarta-feira

15h30 – A Árvore dos tamancos (L'Albero degli zoccoli, 1978, cor, 176’, 35mm, 16 anos)

18h45 – A Lenda do santo beberrão (La leggenda del santo bevitore, 1988, cor, 134’, 35mm, 16 anos)

29/05/2014 – quinta-feira

14h – Osolemio (2004, cor, 53’, DVD, 16 anos)

15h – O Segredo do bosque velho (Il Segreto del bosco vecchio, 1993, cor, 134’, 35mm, 16 anos)

30/05/2014 – sexta-feira

15h30 – Cammina cammina (1983, cor, 175’, 35mm, 16 anos)

18h45 – La Cotta (1967, P&B, 49’, DVD, 16 anos) + Os noivos (I Fidanzanti, 1962, P&B, 77’, 35mm, 16 anos)

31/05/2014 – sábado

14h – Os Recuperadores (I Recuperanti, 1969, cor, 98’,35mm, 16 anos)

16h – Cammina cammina (1983, cor, 175’, 35mm, 16 anos)

19h15 – O Tempo parou (Il Tempo si è fermato, 1958, P&B, 90’, 35mm, 16 anos)

01/06/2014 – domingo

14h – O Mestre das armas (Il Mestiere delle armi, 2001, cor, 105’, 35mm, 16 anos)

16h – O Posto (Il Posto, 1961, P&B, 105’, 35mm, 16 anos)

18h – A Árvore dos tamancos (L'Albero degli zoccoli, 1978, cor,176’, 35mm)

Serviço:

Mostra O cinema de Ermanno Olmi

Data: de 20 de maio a 1 de junho de 2014 (terça-feira a domingo)

Local: Caixa Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1

Endereço:Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

Lotação: Cinema 1 – 78 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h

Classificação: 16 anos

Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

Acesso para pessoas com deficiência

Tags: caixa, cineasta italiano, cinema, ermanno olmi, mostra

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.