Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Cultura

Feira do Livro de Buenos Aires comemora Mafalda

Agência ANSA

A Feira Internacional do Livro (FIL) de Buenos Aires, na Argentina rendeu homenagem aos 50 anos da Mafalda, a personagem de quadrinhos famosa no mundo todo. A homenagem teve a presença do autor Quino, e dos escritores Rodrigo Fresán, José Pablo Feinmann, Juan Sasturian e o comediante gráfico Liniers.    

A homenagem foi organizada pela Ediciones de La Flor, o selo que publica há 44 anos a Mafalda e outros livros do desenhista argentino que recebeu em março a Legião da Honra, máxima condecoração da França, por meio século de sua "filha", traduzida em 30 idiomas.    

A Mafalda "nunca foi literatura para crianças, mas sim com crianças", destacou Sasturian, quem qualificou a tirinha como "obra mestre absoluta em nível universal".    

Feinmann recordou que quando foi publicada pela primeira vez , "foi uma explosão nas faculdades de Filosofia e Letras. Os alunos a analisavam em sala de aula".    

Os estudantes da Universidade de Buenos Aires (UBA) carregavam um monte de folhas soltas que eram as tiras da Mafalda, publicadas no jornal Primeira Plana, pois ainda não existiam os livros que reúnem a obra.    

O autor da história Macanudo, Liniers, também publicada pelas Ediciones de la Flor, afirmou que ler Quino "te faz uma pessoa melhor" e que sua personagem mais famosa "tem verdades escondidas que quando as detectas, te servem para detectar mentiras" na sociedade.    

Ao final da homenagem, Quino conhecido pela sua timidez e as poucas palavras, agradeceu aos integrantes da palestra e os elogios: "são meus amigos", brincou. "Deixei de desenhar a Mafalda quando começou a correr sangue na Argentina", assegurou o humorista gráfico, em alusão a convulsão política de 1973, que foi prelúdio do golpe de Estado de 1976.    

A Mafalda foi publicada entre 1964 e 1973, e seu criador se surpreende pela vigência de sua personagem. 

Tags: . livros, Argentina, Arte, capital, cultura

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.